Moscovo e Belgrado assinam acordo na esfera dos combustíveis

Moscovo e Belgrado assinam acordo na esfera dos combustíveis

 

Lusa/AO Online   Internacional   24 de Dez de 2008, 14:48

Os presidentes da Rússia e da Sérvia, Dmitri Medvedev e Boris Tadic, assinaram hoje um acordo que prevê a aquisição pela empresa russa Gazprom Neft de uma refinaria sérvia, a construção do troço sérvio do gasoduto Corrente do Sul e o acabamento de um entreposto de gás na Sérvia.

    O documento, assinado após as conversações russo-sérvias ao mais alto nível no Kremlin, comporta três pontos fundamentais: a construção do troço sérvio de 400 km de comprimento do gasoduto Corrente do Sul, destinado a levar gás russo aos Balcãs; o termo da construção do entreposto de gás de Banatski Dvor e a cedência à Gazprom Neft de 52 pc das acções da refinaria sérvia NIS por 400 milhões de euros, comprometendo-se a empresa russa a investir um mínimo de 500 milhões de euros na sua modernização.

    Medvedev considerou que a troca de mercadorias entre os dois países, que no ano corrente atingiu os quatro mil milhões de dólares, continuará a aumentar no futuro.

    “Nos últimos anos, foi feito muito, as trocas comerciais entre os dois países cresceram de forma bem significativa. Devemos chegar aos 4 mil milhões de dólares este ano”, precisou.

    O dirigente russo voltou a reafirmar a posição negativa do seu país face à proclamação da independência do Kosovo.

    “Aqui, na nossa posição não há qualquer alteração”, frisou.

    Tadic agradeçou ao seu homólogo pelo apoio dado pela Rússia à Sérvia no campo internacional.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.