Editorial

A democracia é o único sistema de organização política compatível com os direitos fundamentais que tomamos por garantidos, desde logo o de opinião e da livre manifestação de todos e cada um de nós.
A força da democracia reside na qualidade da participação crítica dos cidadãos,...

Opinião

Abaixo 1 – Atlanticoline
Quando julgávamos que as barafundas do passado tinham terminado, eis que a Atlanticoline nos volta a recordar a tragédia do navio Atlântida, e todo o “manual” de aselhices no transporte marítimo de passageiros e viaturas inter-ilhas.
A Atlanticoline apenas confirma a tese de que nem uma...

Quando se fala em Orçamento de Estado é frequente ouvir falar em “mesa” e “bolo”. Como se o Orçamento fosse uma espécie de banquete. Só que, quem se anda a lambuzar com o repasto não são os cidadãos comuns, pagadores de impostos, a quem o Estado devia garantir meia dúzia de coisas básicas. Desde logo, diz a Constituição,...

A ausência de taxas moderadoras nos Açores foi, em tempos, considerada por Carlos César o símbolo do socialismo nos Açores.
Em 2011, em plena intervenção da troika em Portugal esse “símbolo” foi extinto, tendo sido introduzidas taxa moderadoras no Serviço Regional de Saúde. O motivo para a sua introdução não podia...

1. O líder parlamentar do PS, Francisco César, concedeu uma grande entrevista ao “Açoriano Oriental”, na passada segunda-feira, na qual diz o óbvio quanto à governação nos Açores, de acordo com a narrativa corrente do Partido Socialista: há crescimento económico, os problemas de financiamento da saúde estão a ser enfrentados...

Decidi hoje falar num assunto que me parece pouco comentado na sociedade em que vivemos. Nos círculos restritos e/ou íntimos constitui tema de longas conversas e motivo de opiniões muito diferentes.
Todos nós temos conhecimento de que os casamentos e demais relações entre os seres humanos (homem/mulher e outras variantes,...

Obrigado Vila Franca pela imensa alegria que me deste. Meu Pai, aí nascido, amou-te tanto e serviu teus filhos toda a vida. Um acaso não me deixou nascer nesse berço multissecular dos antepassados, mareantes no século XVI que aí exerceram todas as profissões necessárias aos que só podiam viver do trabalho. Um capricho...

A edição deste jornal do dia 9 de Junho noticia em primeira página, que “PIB dos Açores cresce há 20 trimestres seguidos”. Trata-se de uma boa notícia, contudo, é necessário conhecer aquilo que está incluído no PIB, que mede duas coisas: o total dos seus rendimentos e a sua despesa global.
Sobre a despesa convém...

Acabo de perceber que já não escrevo há mais de um mês… Coisa rara, é certo! Tão certo quanto o facto de me sentir a ressacar! Eu senti, senti inúmeras vezes aquele vazio, mas nem com todas as minha forças, consegui gerir o meu tempo da melhor forma. Foram inúmeras coisas a acontecer ao mesmo tempo. O trabalho a exigir...

Começo este trabalho por dois factos ocorridos no dia 10, que não me foi possível abordar na última crónica que entrou no jornal no dia 11: O discurso de João Miguel Tavares no Dia de Portugal e o Discurso de Vasco Cordeiro no Dia dos Açores. Qualquer um deles foi marcante pela oportunidade e qualidade.
Este ano,...

Há já vários anos que não ia a São Jorge. O gentil convite da Presidente da Assembleia Legislativa e do Presidente do Governo da nossa Região Autónoma, para as comemorações o Dia dos Açores, proporcionaram-me uma oportunidade imperdível para voltar àquela belíssima ilha, que sempre me pareceu uma das mais fascinantes...

Visitei na passada semana a ilha do Corvo. Não fiquei indiferente à sua singularidade. Senti-me mais ilhéu que nunca, apesar de já ter conhecido o Corvo das ruas terreiras, da falta de eletricidade, do motocultivador com o atrelado, a única viatura, e que nos levava rindo, mas assustados, até ao Caldeirão, a lagoa que...

Já antes, de diversas formas e por vários meios o tinha feito mas, a 6/6/2005, neste jornal, escrevi: “Após vários anos de oportuno ostracismo – tipo: “usar e deitar fora” –, foi já na era dC (C de César) que o 6 DE JUNHO teve “honras” de data institucional. A memória colectiva estava então tão eficazmente anestesiada...

A Quadruple Hélice (QH) é um modelo que projecta a economia do conhecimento, e os processos de inovação, com base na interação entre quatro agentes basilares: o governo, a academia, a sociedade e as empresas. As dinâmicas da QH são essenciais para a criação de políticas públicas mais participativas e inclusivas.
Este...

A cada minuto. Diz-se, são sete mil beatas lançadas ao chão, 10 milhões por dia quase 4 mil milhões por ano e se a isso acrescentarmos o tempo de degradação de um resíduo dessa natureza que é de cerca de 2 anos significa que temos em permanência 8 mil milhões de pontas de cigarro na natureza. O PAN - Partido dos Animais...

O turista que opta por vir aos Açores não o faz (na sua maioria) pela nossa matriz cultural (patrimonial e identitária) mas pela exuberância natural (ambiental) associada ao arquipélago.
Este é um destino recente na rota do turismo contemporâneo, isto se o compararmos com outros destinos amplamente consolidados em...

Convenhamos, na corrupção está o grande problema da sociedade açoriana, que por mais recursos que receba de uma Europa que despreza em eleições, não consegue livrar-se dos indicadores sociais que a atormentam.
A pequena corrupção, para alguns: “socialmente aceite”, corrói as oportunidades de futuro e escolariza os...

Ao longo destas décadas a natureza do trabalho docente mudou profundamente. A intensificação do trabalho de muitos professores conduziu não só à escassez de um tempo de preparação, como também a uma falta de oportunidade para o aperfeiçoamento da sua prática pedagógica. A vida de muitos professores não começa, a título...

‘Oferta Pública de Aquisição’ de direitos por dever cívico foi a surpresa do Dia dos Açores assinalado este ano. Estimulante! Depois de ouvir com solenidade e ler com enfado, conforme os casos, os discursos oficiais, a propósito das comemorações agregadas ao dia de Camões, em exercício de cidadania. Assim, para além...

Na União Europeia, a luta de poder tanto se faz entre partidos como entre instituições. Enquanto nos Estados membros (à exceção dos que têm questões territoriais pendentes) o equilíbrio de poderes entre rei e Parlamento, governo e primeiro-ministro, Assembleia e Presidente ficou resolvido há muito tempo, na Europa o...

Já pensou o que fazer caso um trabalhador que desempenha uma função de relevo na empresa se demita? E se a isso acrescentarmos que o trabalhador é uma pessoa fundamental na empresa? Será que consegue substituir o trabalhador no imediato, mantendo os resultados? Tem um plano de sucessão interna definido?
São muitas...

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.