Mão Morta contam o que são e fizeram com "Pesadelos em peluche"


 

Sílvia Borges da Silva, Lusa / AO online   Nacional   23 de Abr de 2010, 12:38

Os portugueses Mão Morta dizem que já não têm nada a provar e é por isso que actualmente, 25 anos depois da fundação, a música é o lugar secreto para fugirem à realidade.
É sobre isto que os Mão Morta têm estado a falar esta semana, no périplo pelas lojas FNAC, na apresentação do álbum "Pesadelos em Peluche", que acabam de editar e que coincide com os 25 anos da banda.

Na segunda-feira, os seis elementos dos Mão Morta estiveram na FNAC do Chiado e do Colombo, em Lisboa, hoje estarão nas FNAC de Braga e no sábado na do Norteshopping, no Porto.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.