Liberdade de Imprensa

Organização divulga 40 maiores "predadores" de jornalistas

Organização divulga 40 maiores "predadores" de jornalistas

 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Mai de 2010, 15:30

A organização Repórteres Sem Fronteiras identificou hoje 40 políticos internacionais, funcionários de vários governos, milícias e organizações criminosas que classifica como "predadores" da liberdade de imprensa por atacarem directamente os jornalistas.
O documento da Repórter Sem Fronteiras assinala assim o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, uma data instituída pela Unesco e que se comemora esta segunda-feira.

Entre os 40 predadores da Liberdade de Imprensa apresentados na lista estão o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, o presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, o líder líbio Muammar Gaddafi, o presidente do Irão, a organização separatista basca ETA e o presidente cubano, Raul Castro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.