Energia

Câmara da Ribeira Grande afasta risco para população após suspensão de central geotérmica

Câmara da Ribeira Grande afasta risco para população após suspensão de central geotérmica

 

Lusa/AO online   Regional   21 de Dez de 2011, 15:18

O presidente da Câmara da Ribeira Grande (Açores) afastou hoje qualquer perigo para a população associado ao fenómeno que determinou a suspensão temporária do funcionamento de uma das centrais geotérmicas instaladas no concelho.
“A decisão de suspender a actividade da central Cachaços-Lombadas teve a ver exclusivamente com a necessidade de apurar se ao seu funcionamento se devem as alterações químicas registadas na água de uma das nascentes de água usadas para abastecimento público”, assegurou Ricardo Silva.

O autarca afirmou ainda que a Câmara da Ribeira Grande procedeu à suspensão do aproveitamento da água dessa nascente logo que se verificou a alteração dos seus parâmetros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.