Revista de imprensa nacional


 

Lusa / AO Online   Nacional   22 de Nov de 2008, 07:32

A detenção do banqueiro José Oliveira e Costa, ex-presidente do Banco Português de Negócios, por suspeita da prática de sete crimes é a notícia que domina as manchetes da imprensa de hoje, tanto diária como semanária.
    "Banqueiro do BPN preso por perigo de fuga", titula o Diário de Notícias, com chamada para um desenvolvimento desta matéria nas quatro primeiras páginas interiores, enquanto o Correio da Manhã escreve ma sua manchete: "Fortuna de Oliveira e Costa vale 6,5 milhões”.

    O Público refere a mesma notícia na primeira página, mas prefere dar destaque a uma proposta de alterações ao Orçamento de Estado avançada pelo grupo parlamentar do Partido Socialista, afirmando no seu principal título que "a Banca obriga a denunciar contas de clientes da lista de dívidas fiscais".

    O 24 Horas publica no topo da sua primeira página uma fotografia do banqueiro, sentado em pose sorridente, escrevendo ao lado, em letras garrafais: "Oliveira e Costa fica em prisão preventiva".

    Por seu lado, o Jornal de Notícias, prefere destacar que "Governo pressiona direcções das escolas" e que "Função Pública renova pedido de mais dinheiro", ao lado de uma foto de um participante na manifestação de sexta-feira em Lisboa, remetendo para duas páginas interiores as informações sobre a detenção do antigo homem forte do BPN.

    Quanto aos semanários, o Expresso não foge à regra e dá relevo ao caso Oliveira e Costa, e interroga em manchete "Quem mente no caso BPN?", referindo que Dias Loureiro disse ao Expresso que avisara António Marta, do Banco de Portugal, sobre o que se passava no BPN, mas que este afirma que "Dias Loureiro ou mente ou o confunde com outro".

    O tema é tratado em páginas interiores do primeiro caderno e no de Economia deste semanário, no qual se lê: "Mais de 28 milhões de euros desviados da SLN" (Sociedade Lusa de Negócios), e em subtítulo "Edifício em São Paulo, Brasil, foi vendido por 34 milhões, mas apenas entraram para o grupo 6 milhões. Os restantes 28 milhões evaporaram-se".

    "Escolas não levantam suspensão" e "As piores histórias dos No Name Boys" são outros dois assuntos destacados na primeira página do principal caderno do Expresso.

    O Sol dedica também a maioria do espaço de manchetes ao que classifica de "Escândalo BPN", escrevendo, entre outras conclusões de uma auditoria ao BPN, que "Oliveira e Costa desviou 66 milhões através de um empréstimo que ele próprio pediu e autorizou".

    Mas a notícia que surge no topo da primeira página é que "Correia de Campos conta como foi afastado do governo", com o subtítulo: "Ana Jorge foi convidada antes de ele se demitir".

    Em contraste com a imprensa generalista, há uma grande diversidade nas primeiras páginas dos jornais desportivos.

    No Record, a primeira página é feita com base numa entrevista em que Carlos Martins afirma que o Futebol Clube do Porto o tentou desviar do Benfica, O Jogo diz que Mourinho está satisfeito com o desempenho dos "seus brasileiros" no recente jogo entre as selecções de Portugal e do Brasil, respondendo assim aos que o "quiseram embaraçá-lo com os 6-2 da goleada sofrida por Portugal", e a Bola dá destaque a Katsouranis, que joga domingo pela centésima vez pelo Benfica e diz que viu "um treinador como Quique".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.