Azores Rallye 2019

Rafael Botelho com Azores Rallye difícil

Rafael Botelho com Azores Rallye difícil

 

Arthur Melo   Motores   27 de Mar de 2019, 09:41

Uma entrada cautelosa no primeiro dia do Azores Rallye, prova inaugural do Campeonato dos Açores de Ralis, acabou por condicionar os objetivos de Rafael Botelho para a primeira prova do ano.

Ainda assim, o piloto do Citroën DS3 R3T conseguiu o quinto lugar à geral no CAR, foi segundo nas 2 Rodas Motrizes (2RM) açorianas e venceu a classe RC3. “Foi um rali exigente e extremamente difícil. Entramos demasiado cautelosos na quinta-feira e perdemos o contacto com a liderança. Na sexta-feira conseguimos reagir, reduzindo a diferença por troço e assumindo a liderança do Nacional, para além da subida de várias posições no Europeu. Fechamos o dia com o segundo lugar nas 2RM para o regional, conquistando os primeiros pontos do campeonato. É sempre importante começar a pontuar desde cedo. Obviamente que o objetivo era superior mas neste rali não conseguimos de todo”, referiu o piloto em declarações ao Açoriano Oriental.


Ler mais na edição desta quarta-feira, 27 março 2019, do jornal Açoriano Oriental



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.