"Precisamos de uma voz açoriana no Parlamento Europeu", diz Vasco Cordeiro

"Precisamos de uma voz açoriana no Parlamento Europeu", diz Vasco Cordeiro

 

Lusa/Ao online   Regional   26 de Jan de 2019, 17:32

O presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, disse este sábado que o partido precisa de ter uma "voz açoriana" no Parlamento Europeu, lembrando que o próximo sufrágio para o hemiciclo europeu é um "momento refundacional" da União Europeia.

"Precisamos de dar força ao PS pela compreensão que tem demonstrado pela realidade das regiões ultraperiféricas", instou Vasco Cordeiro, que apelou a uma "grande mobilização" nas europeias de maio na defesa dos Açores como "arquipélago ultraperiférico mas orgulhoso da sua pertença ao projeto europeu".

E prosseguiu: "A questão com que somos interpelados nestas eleições europeias é se respondemos presente a um combate que está aí. Não é pelo facto de não irmos votar que esse combate não acontecerá. Temos de ter presente que este combate e a luta está aí: a dúvida é se daremos uma resposta afirmativa".

Vasco Cordeiro falava em Ponta Delgada, onde se encontra esta tarde o líder do PS e primeiro-ministro, António Costa, numa das convenções regionais do PS realizadas antes de, em 16 de fevereiro, ser anunciado o cabeça de lista socialista às eleições europeias a realizar em maio.

Lembrando que há áreas que são fundamentais para os Açores", casos da agricultura ou pescas, o líder do PS/Açores advoga que a discussão nas próximas europeias, numa "conjuntura em que aqui e ali renascem movimentos de extrema-direita", não é só "sobre mais ou menos recursos financeiros no próximo quadro" de apoio.

"Nós, açorianos, somos chamados a este combate através do nosso voto", declarou ainda o também presidente do Governo Regional dos Açores.

Nas anteriores eleições europeias, o PS conseguiu eleger pelos Açores o eurodeputado Ricardo Serrão Santos, sendo Sofia Ribeiro a eurodeputada pela região eleita pelo PSD nas europeias de 2014.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.