Portugal só precisa do empate mas Rúben Neves quer vencer em San Siro

Portugal só precisa do empate mas Rúben Neves quer vencer em San Siro

 

Lusa/AO Online   Futebol   13 de Nov de 2018, 10:31

O médio Rúben Neves afirmou que Portugal vai a San Siro para vencer a Itália, apesar de apenas precisar do empate para garantir o apuramento para a fase final da Liga das Nações de futebol.

"Entramos em todos os jogos para ganhar e com a Itália, mesmo sabendo que o empate é suficiente para conseguirmos chegar à fase final, não vai ser diferente. É mais um jogo, mais um desafio que queremos ganhar", afirmou Rúben Neves, em conferência de imprensa, minutos antes do primeiro treino da seleção nacional, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

O médio do Wolverhampton mostrou-se satisfeito com o regresso à equipa lusa de jogadores como José Fonte, Raphael Guerreiro e João Mário, todos campeões europeus em 2016.

"São todos campeões europeus. São jogadores que têm um pouco de experiência a mais e que podem ser ainda mais úteis por isso", referiu o jogador, de 21 anos.

Confrontado sobre a sua ausência nos convocados de Portugal no último Campeonato do Mundo, que decorreu este ano, na Rússia, Rúben Neves confessou que não ficou magoado com o selecionador nacional e que compreendeu a decisão de Fernando Santos.

"Estava preparado para tudo. Para ir e não ir. Portugal tem excelentes jogadores e na altura o selecionador optou por não me chamar", disse o médio formado no FC Porto.

Rúben Neves, que ainda tem oito internacionalizações pela seleção principal, foi ainda questionado sobre se Rui Patrício, Bruno Fernandes e William Carvalho, ex-jogadores do Sporting, abordaram durante o estágio o tema do ataque à Academia de Alcochete, numa altura em que o ex-presidente do clube Bruno Carvalho foi detido.

"Estamos completamente fora desse assunto. Só pensamos nos jogos que temos e no trabalho que temos que fazer", frisou.

A seleção portuguesa começa hoje a preparar os embates com a Itália e a Polónia, os últimos de 2018 e do Grupo 3 da Liga das Nações A, com um treino na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Na segunda-feira, o médio André Gomes foi dispensado da concentração devido a lesão, deixando o selecionador nacional com 24 jogadores disponíveis para os duelos com italianos e polacos.

Portugal defronta a Itália em 17 de novembro, bastando-lhe um empate para vencer o grupo e se qualificar para a ‘final four' - que deverá organizar, em junho de 2019 -, mas mesmo uma derrota em Milão poderá ser retificada três dias mais tarde, em 20, quando receber a lanterna-vermelha e já despromovida Polónia, em Guimarães.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.