Energias renováveis

Energias renováveis vão substituir esquentadores a gás no Corvo

Energias renováveis vão substituir esquentadores a gás no Corvo

 

Lusa/AO online   Regional   6 de Set de 2011, 12:06

Os tradicionais esquentadores a gás vão ser substituídos na ilha do Corvo por equipamentos que utilizam energias renováveis, num projecto da autarquia que, além das vantagens ambientais, permitirá poupanças às famílias da mais pequena ilha dos Açores.
Manuel Rita, presidente da Câmara do Corvo, disse hoje à Lusa que a instalação dos equipamentos deve começar antes do final do ano, na sequência de um concurso que será lançado em meados de Outubro.

Este processo permitirá substituir os esquentadores a gás por equipamentos alimentados por painéis solares ou termodinâmicos ou por bombas de calor.

No total, segundo Manuel Rita, existem 154 aparelhos para montar nos lares do Corvo, onde "apenas quatro ou cinco casas é que não quiseram aderir" a este processo de reconversão energética.

"A instalação dos equipamentos que vão substituir os esquentadores a gás será gratuita, as pessoas não têm que pagar mais nada por isso", afirmou o autarca, acrescentando que o processo envolve um investimento total de 700 mil euros.

A ilha do Corvo, com cerca de 400 habitantes, é a única do arquipélago dos Açores totalmente dependente de combustíveis (gás butano, gasóleo e gasolina) transportados por via marítima, o que tem elevados custos associados, além dos riscos de ruptura decorrentes do mau tempo no inverno.

Manuel Rita salientou que a substituição dos esquentadores a gás permitirá aos corvinos uma poupança no gás que consomem, mas também reduzirá os custos assumidos pelo Governo Regional, que paga 24 euros pelo transporte de cada garrafa de gás de S. Miguel para o Corvo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.