Açoriano Oriental
Jorge Jesus privilegiou “sentimento” e quer levar Flamengo à conquista do Mundial

O treinador português Jorge Jesus confessou este dom que a "parte sentimental" imperou na renovação de contrato com o Flamengo e voltou a reforçar a ambição de conquistar o Mundial de clubes, que escapou aos brasileiros na última época.

Jorge Jesus privilegiou “sentimento” e quer levar Flamengo à conquista do Mundial

Autor: AO Online/ Lusa

"Se estou num sítio que me faz feliz, esse é o primeiro fator na minha escolha. Precisamos da felicidade desportiva e ela só surge com resultados. Os resultados aconteceram na última época, portanto procurei a parte sentimental e é isso que me move", afirmou Jorge Jesus, durante a oficialização da renovação do vínculo com os brasileiros do Flamengo, até junho de 2021.

O técnico português, que já tinha anunciado este desfecho na quarta-feira, revelou que não encontrou qualquer razão para abandonar o emblema do Rio de Janeiro: "Se me tratam bem, por que não haveria de continuar?"

Jesus referiu que nesta fase da carreira pode privilegiar a vertente desportiva ao invés da financeira, tendo, por outro lado, destacado a "estrutura do Flamengo" e a "paixão que os adeptos" do ‘Mengão' têm por ele como fatores igualmente importantes para a renovação.

No primeiro ano ao serviço do Flamengo, Jesus conquistou quase tudo o que havia para ganhar, tendo apenas 'escapado' a Taça do Brasil e, sobretudo, o Campeonato do Mundo de clubes.

De resto, o último Mundial, perdido para o Liverpool, no prolongamento (1-0), continua a estar "atravessado na garganta" do treinador, que pretende voltar a disputar a final desta temporada, mas com outro desenlace.

"Queremos colocar a cereja em cima do bolo, que foi o que faltou, o que nos ficou atravessado na garganta, que foi o Mundial de clubes. Este ano, vamos trabalhar para podermos estar novamente na final. Foi um dos grandes objetivos que não conseguimos, mas acreditamos que poderemos lá chegar. Para isso, temos de ganhar a Libertadores primeiro. O que ganhámos é passado. Queremos ser ainda melhores do que fomos no ano passado", vincou ‘JJ'.

Por seu lado, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, manifestou-se feliz com o acordo alcançado com o treinador e salientou que também "os jogadores estão muito felizes com esta permanência" de Jorge Jesus no clube.

"Cumprimos uma etapa importantíssima do processo de planeamento do futebol deste ano. Ele [Jorge Jesus] é o nosso grande líder de todo este processo revolucionário que tivemos desde meados do ano passado e que culminou com títulos importantíssimos para o Flamengo", disse o presidente.

Jorge Jesus, de 65 anos, chegou ao clube brasileiro em junho de 2019, tendo, desde então, conquistado o Brasileirão, a Taça Libertadores, a Supertaça sul-americana e a Supertaça do Brasil, além da Taça Guanabara, que define o vencedor da primeira volta do estadual carioca.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.