Alemanha

Bispo de Augsburgo indiciado por abuso sexual de menores


 

Lusa / AO online   Internacional   7 de Mai de 2010, 11:28

O arcebispo de Augsburgo e das Forças Armadas alemãs, Walter Mixa, que há duas semanas pediu a sua resignação ao Papa, foi indiciado por abuso sexual de menores, revelou esta sexta-feira o jornal Augsburger Allgemeine.
As investigações foram abertas pelo Ministério Público de Ingolstadt e incidem sobre um caso ocorrido entre 1996 e 2005, quando Mixa era bispo de Eichstaett, adianta o jornal.

O incidente terá sido relatado às autoridades judiciais pela própria Igreja Católica, segundo o jornal de Augsburgo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.