BE chegou a acordo com Governo para teto máximo das propinas ficar nos 856 euros

BE chegou a acordo com Governo para teto máximo das propinas ficar nos 856 euros

 

Lusa/Ao online   Nacional   13 de Out de 2018, 18:15

O BE anunciou este sábado que chegou a acordo com o Governo para que, no Orçamento do Estado para 2019, o teto máximo das propinas fique nos 856 euros, menos 212 euros do que o valor aplicado atualmente.

A deputada do BE, Mariana Mortágua, anunciou hoje de manhã um conjunto de medidas sobre as quais o partido chegou a acordo com o Governo para o Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) numa longa reunião com o primeiro-ministro, António Costa, que terminou já na madrugada de hoje.

A primeira medida anunciada foi a redução das propinas no Ensino Superior, que neste momento tem um teto máximo de 1068 euros e no ano letivo de 2019/2020 passará a ser de 856 euros, uma redução de 212 euros por ano.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.