Quarto dia da Operação "Ano Novo" com 106 acidentes, mas sem mortos

Quarto dia da Operação "Ano Novo" com 106 acidentes, mas sem mortos

 

Lusa/AO Online   Nacional   2 de Jan de 2018, 07:19

No primeiro dia do ano e quarto dia da Operação “Ano Novo”, a Guarda Nacional Republicana (GNR) registou mais de 100 acidentes nas estradas portuguesas, que não causaram vítimas mortais, segundo dados provisórios da corporação.


Segundo dados divulgados na página da Internet, a GNR contabilizou no primeiro dia do ano, 106 acidentes, sem vítimas, mas que causaram dois feridos graves e 51 ligeiros.

Entre sexta-feira (início da operação) e segunda-feira, a GNR contabilizou 639 acidentes que causaram três mortos, sete feridos graves e 256 feridos ligeiros.

Na segunda-feira, o major Paulo Gomes, do Comando Geral da GNR, disse à Lusa que nos três primeiros dias da operação houve mais acidentes e mais feridos leves, mas menos mortos e menos feridos graves do que no mesmo período do ano anterior.

A GNR intensifica, desde sexta-feira e até hoje, o patrulhamento rodoviário nas vias de maior tráfego no âmbito da operação “Ano Novo”.

De acordo com a GNR, o reforço do patrulhamento nas estradas tem como objetivo “prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.