PSD/Açores quer Orçamento da região atento a saúde, pobreza e turismo

PSD/Açores quer Orçamento da região atento a saúde, pobreza e turismo

 

Lusa/AO Online   Regional   6 de Set de 2019, 17:49

O presidente do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, manifestou esta sexta-feira ao executivo regional (PS) a intenção de ver no Plano e Orçamento para 2020 medidas que enfrentem problemas em áreas como saúde, pobreza e turismo.

No campo da saúde, vincou o social-democrata, há "taxas de execução do Plano muito baixas", nomeadamente a nível de infraestruturas: "Pode-se apregoar muita coisa, mas no final pouco ou nada é realizado", disse.

Já no que se refere à pobreza, e em concreto ao desemprego jovem, Gaudêncio quer que o Orçamento integre medidas para "combater este flagelo", já que na região um em cada três jovens está desempregado.

Em matérias de turismo, o PSD/Açores pede que haja uma "requalificação de espaços com pressão turística a mais" e "formação e qualificação de recursos humanos" que trabalhem ou possam vir a trabalhar no ramo.

O presidente do Governo dos Açores está hoje a receber em Ponta Delgada os parceiros sociais e os partidos políticos sobre a preparação das propostas do Plano e Orçamento para 2020, que serão apresentadas à Assembleia Legislativa Regional em outubro.

Vasco Cordeiro está acompanhado nos encontros pelo vice-presidente do Governo dos Açores, Sérgio Ávila, que tutela a área orçamental.

Após esta ronda de audições, a anteproposta de Plano e Orçamento para 2020 será aprovada em Conselho de Governo, a que se seguirá, no final deste mês, a reunião do Conselho Económico e Social da Região Autónoma dos Açores.

Depois de recolhidos os diversos pareceres do Conselho Económico e Social e dos Conselhos de Ilha, o Governo dos Açores reunir-se-á em Conselho para aprovar as propostas de Plano e Orçamento, que serão entregues, no final do mês de outubro, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.