Cimeira

Estoril para acolher Cimeira Ibero-Americana de 2009

Estoril para acolher Cimeira Ibero-Americana de 2009

 

Rui Baptista, Lusa/AOonline   Nacional   31 de Out de 2008, 17:20

Estoril foi a localidade escolhida para receber a XIX Cimeira Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, que deverá decorrer a 30 de Novembro e 1 de Dezembro de 2009, anunciou José Sócrates no encerramento da cimeira de El Salvador.
A grande oferta hoteleira e a proximidade de Lisboa foram os factores decisivos para a escolha desta vila de Cascais, que dispõe de um Centro de Congressos inaugurado em 2001, que deverá receber obras de adaptação e ampliação para receber as comitivas de 20 países da América Latina, de Espanha e Portugal e ainda cerca de mil representantes da imprensa.

    Uma das primeiras pessoas a saber da escolha de Estoril foi o Rei de Espanha, D. Juan Carlos, que passou grande parte da sua infância nesta localidade da Linha, onde ainda se desloca regularmente e onde mantém uma roda de amigos.

    Num gesto de cortesia, José Sócrates fez questão de comunicar pessoalmente, na quinta-feira à noite, a escolha de Estoril ao monarca espanhol, que manifestou a sua satisfação por poder regressar a um lugar que conhece bem e que marcou a sua vida.

    A data proposta para a Cimeira (30 de Novembro e 01 de Dezembro) teve em conta o calendário eleitoral português, que em 2009 inclui eleições europeias, legislativas e autárquicas.

    É a segunda vez que Portugal recebe a Cimeira, que no próximo ano terá como temas a Inovação e as Novas Tecnologias. Em 1998, a VII Cimeira decorreu na cidade do Porto, no edifício da Alfândega, tendo levado à construção de um troço de estrada sobre o rio Douro na zona de Miragaia. Esta VII Cimeira ficou marcada por um célebre discurso do então líder cubano, Fidel Castro, que durou quatro horas, e pela sua entronização como confrade do Vinho do Porto.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.