Solução para ampliação do porto está a ser estudada


 

Paula Gouveia   Regional   4 de Dez de 2008, 11:05

Em resposta à reivindicação da ampliação do porto de Rabo de Peixe, o subsecretário regional das Pescas afirma que o Governo já pediu a um projectista para estudar a solução técnica para a obra portuária

Está em estudo a solução técnica para a ampliação do porto de Rabo de Peixe.
“Já contratámos um projectista para estudar a melhoria e o alargamento do terrapleno do porto de Rabo de Peixe”, explicou o subsecretário regional das Pescas. “Não é um porto com uma solução técnica fácil, porque está virado a norte”, refere Marcelo Pamplona. Por essa razão,  apesar dos pescadores e armadores que desenvolvem a sua actividade no porto de Rabo de Peixe considerarem a intervenção uma obra urgente, o subsecretário regional adianta que, no próximo ano, será discutida com os pescadores a solução encontrada no âmbito do estudo que está a decorrer, mas o arranque da obra não é previsível em 2009.
Segundo Marcelo Pamplona, têm-se realizado “algumas reuniões no sentido de encontrar as melhores soluções técnicas”, mas, como avança também o responsável do Executivo açoriano pelo sector das pescas, só depois de concluído o estudo e de apresentada a solução aos pescadores, é que será possível passar à fase de projecto e ao agendamento da obra. Como refere o subsecretário, “estamos a avaliar se é possível construir um molhe de abrigo”.  Questionado sobre se a obra realizada recentemente não conseguiu dar resposta às características do mar da costa norte, Marcelo Pamplona responde que o problema que agora preocupa os pescadores e armadores resulta da renovação da frota e da mudança do tipo de embarcações que exigem outras condições de operacionalidade.
Quanto às melhorias que a cooperativa Porto de Abrigo afirma poderem avançar de imediato, Marcelo Pamplona refere que foram lançados concursos para a construção de mais casas de apresto e de um edifício de abrigo.  Mas o problema de estacionamento, só ficará resolvido com o aumento do muro-cortina, uma intervenção que também está a ser avaliada pelo projectista.

Sugestões dos pescadores avaliadas

O subsecretário regional das Pescas, Marcelo Pamplona, visitou também, na semana passada, a obra de requalificação do porto do Porto Formoso e ouviu as sugestões dos pescadores e armadores locais para a alteração ao projecto em execução, depois de ter sido noticiado na terça-feira que os pescadores consideram ser necessárias modificações (como o aumento da altura da rampa de varagem).
Segundo Marcelo Pamplona, já foram dadas orientações ao projectista para analisar as sugestões apresentadas, mas à partida, parecem-lhe que “contribuem para a melhoria da operacionalidade do porto, pelo que não havendo problemas técnicos na sua aplicação são bem- vindas”.  O responsável assegura ainda que, nesta altura, é possível modificar o projecto e prosseguir a obra sem interrupções.

 

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.