Furacão Lorenzo

Serviço Municipal de Proteção Civil de Angra está a acompanhar a evolução do furacão

Serviço Municipal de Proteção Civil de Angra está a acompanhar a evolução do furacão

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   30 de Set de 2019, 13:35

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Angra do Heroísmo reuniu na manhã desta segunda-feira, altura em que “estivemos a analisar e, nas eventuais ocorrências que poderemos ter em Angra, nomeadamente a nível do vento e da agitação marítima, os meios e medidas, para poder responder a eventuais problemas”, disse Guido Teles, vereador da autarquia. 



Guido Teles vereador na Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, explica que as zonas de maior preocupação são as do “Porto Judeu, nomeadamente a zona do Refugo por causa da agitação marítima; a do São Mateus; o Porto de Pipas e a zona do Fanal, onde estão a decorrer obras”.


O vereador adiantou que a partir do final da tarde de amanhã será encerrado ao trânsito, o acesso ao Porto de Pipas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.