PR patrocina criação de Grupo Embaixadores Falantes de Português

PR patrocina criação de Grupo Embaixadores Falantes de Português

 

Lusa/AO Online   Nacional   15 de Dez de 2008, 13:40

O Presidente da República ofereceu hoje a cerca de 30 embaixadores em Portugal um almoço, no Palácio de Belém, que marcou a constituição, com o apoio de Cavaco Silva, do Grupo de Embaixadores Falantes da Língua Portuguesa.

"É com uma satisfação enorme que acolho este grupo, que lhe dou o meu patrocínio, porque ele é a prova do universalismo da língua portuguesa, da riqueza da língua", declarou o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, na sua intervenção durante o almoço.

    "Foi com muito gosto que aceitei dar o meu patrocínio à constituição deste grupo. Penso que tem um significado particular o facto de este grupo ser constituído quando Portugal exerce a presidência da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa)", disse o Presidente da República.

    O chefe de Estado referiu que uma das prioridades da presidência da CPLP é precisamente o "reforço do ensino e a projecção da língua portuguesa".

    Cavaco recordou que decorrem esforços, saídos de um compromisso assumido pelos chefes de Estado na última Assembleia-Geral das Nações Unidas, para que o português passe a ser uma língua oficial dessa instituição.

    Mark Tarmak, embaixador da Estónia em Portugal e porta-voz do grupo hoje constituído, sublinhou na sua intervenção em português a necessidade de uma língua comum para que "pessoas de diferentes línguas maternas se entendam na perfeição".

    "Para nós que estamos aqui hoje presentes essa língua comum é o português. Não há dúvidas que a língua portuguesa continua a ser das línguas mais importantes na comunicação internacional", declarou Mark Tarmak.

    "Foi com o intuito de possuir uma ligação mais próxima com Portugal e com o mundo de língua portuguesa que criámos o Grupo de Embaixadores Falantes de Língua Portuguesa", acrescentou.

    No almoço estiveram presentes a secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Maria Teresa Gonçalves Ribeiro, e os embaixadores da Arábia Saudita, Argélia, Argentina, Austrália, Bélgica, Bulgária, Cabo Verde, China, Croácia, Dinamarca, Egipto, Eslováquia, Espanha, França, Guiné-Bissau, Hungria, Japão, Letónia, Luxemburgo, Moçambique, Peru, Polónia, Reino Unido, República Checa, Sérvia, Timor-Leste, Ucrânia, Venezuela.

    Participaram também no almoço o secretário-executivo da CPLP os embaixadores do Brasil e da Guiné-Bissau junto da CPLP e os encarregados de Negócios de Angola e Brasil.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.