Novo Governo "é uma troca de cadeiras, com falta de inovação", diz PSD/Açores


 

Lusa/AO online   Regional   14 de Nov de 2008, 13:01

O PSD/Açores afirmou que o novo Governo Regional, hoje apresentado por Carlos César, representa uma "troca de cadeiras", alegando que "falta capacidade de inovação e de recrutamento de pessoas novas" no executivo socialista.
 "São as escolhas do presidente do Governo, mas tratam-se de soluções de recurso, troca de cadeiras. E as novidades nem são novidades. São pessoas que já trabalhavam no Governo Regional e que, agora, foram puxadas a secretários", declarou aos jornalistas o secretário-geral do PSD/Açores.

    Segundo Jorge Macedo, o novo executivo açoriano que toma posse terça-feira reflecte o “fim de ciclo do PS, porque não há capacidade de renovação, com secretários que já estão há 12 anos no Governo Regional”.

    Relativamente à nova orgânica, Jorge Macedo afirmou que a ligação da Habitação à Solidariedade Social denota "uma visão totalmente redutora do presidente do Governo", num momento em que "existem ilhas e zonas rurais em processo de desertificação".

    "A Economia merecia melhor atenção por parte do presidente do Governo face aos repetidos insucessos que aquela secretaria teve no passado e tendo em conta os graves problemas económicos que se sentem a nível da região, do resto do país e internacionalmente", acrescentou o dirigente social-democrata.

    O novo Governo açoriano inclui três caras novas - Miguel Correia, André Bradford e Maria Lina Mendes - mas mantém o mesmo número de secretários regionais.

    Segundo Carlos César, no total do novo Governo Regional, sete secretarias regionais mudam de titular e verificam-se diversas alterações nas competências de cada departamento governamental.

    O número de secretários regionais é o mesmo do anterior, mas acrescenta um subsecretário para a área dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa.

    O executivo toma posse terça-feira, na Assembleia Legislativa Regional dos Açores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.