Mais de 25 milhões para vários municípios até ao final do ano


 

Lusa/AO Online   Nacional   23 de Dez de 2008, 15:36

O Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) vai disponibilizar até final do ano mais de 25 milhões de euros a vários municípios para programas sociais de habitação, foi hoje anunciado.

    De acordo com os dados do IHRU, esta verba permitirá apoiar cerca de quatro mil fogos, entre aquisições, construção, reabilitação, arrendamento e ainda o programa PER Famílias.

    Por regiões, a que maior fatia vai receber é o Norte, com mais de 11,5 milhões de euros para um total de 2.330 fogos, seguido da região de Lisboa, com mais de 7,7 milhões para 1.059 casas de habitação social.

    No caso da região Norte, a maior parte dos fogos (910) serão reabilitados ao abrigo do Prohabita, programa através do qual serão construídos 54 fogos e comprados outros 39.

    No âmbito do Programa Especial de Realojamento (PER) a região Norte tem previsto a aquisição de 741 e a construção de 540 casas.

    Na região de Lisboa a comparticipação do IHRU será para apoiar a resolução do programa PER, com a aquisição de 242 fogos e a construção de outros 817.

    Na lista de comparticipações do IHRU contam igualmente 3,3 milhões de euros para a Região Autónoma da Madeira, que deverá comprar 100 casas ao abrigo do Prohabita e arrendar outras oito no âmbito do PER Famílias.

    Ao mesmo programa recorrerá a Região Autónoma dos Açores, que prevê o arrendamento de 65 fogos. O apoio que a região receberá do IHRU para um investimento global superior a 5,4 milhões vai ultrapassar os 1,3 milhões de euros.

    Até ao final do ano também a região Centro vai receber do IHRU uma comparticipação de 862 mil euros para reabilitar 85 fogos e construir 93 ao abrigo do Prohabita e arrendar 90 no âmbito do PER Famílias.

    Para a região do Alentejo estão previstos apoios que rondam os 222 mil euros, para construção de 52 habitações sociais do Prohabita e arrendamento de outras 65 ao abrigo do PER Famílias.

    Finalmente, a região do Algarve irá receber até final do ano quase 104 mil euros, que serão utilizados na aquisição de apenas cinco habitações sociais ao abrigo do Prohabita.

    Os contratos assinados com os diversos municípios resultam de compromissos anteriormente assumidos e o respectivo financiamento corresponde à aplicação da primeira tranche do empréstimo de 200 milhões de euros contraído pelo IHRU junto do Banco Europeu de Investimento (BEI).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.