Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   7 de Nov de 2008, 05:20

A descida da taxa de juro decidida pelo Banco Central Europeu (BCE) suscita hoje várias manchetes na imprensa lisboeta, que destaca a derrota do Benfica na Taça UEFA e o acidente rodoviário que vitimou seis portugueses em Espanha.
"Taxas de juro do BCE descem em apenas dois meses o que subiram nos últimos dois anos", titula o Público sobre o anúncio do Banco Central Europeu, feito quinta-feira.

    O Correio da Manhã diz que a "Prestação da casa pode baixar 200 euros/mês", enquanto o Jornal de Notícias refere em manchete "Prestações da casa vão continuar a cair".

    O Público lança hoje o anúncio de uma entrevista que será publicada no domingo a Pedro Santana Lopes, em que o ex-líder social-democrata diz que quer "dois mandatos à frente da CML (Câmara Municipal de Lisboa)".

    "Portugal lidera novos casos de HIV-Sida na UE (União Europeia)", lê-se noutro título do jornal, que ainda destaca o novo livro de José Saramago.

    O acidente rodoviário em Espanha que causou quinta-feira a morte de seis portugueses surge na capa do Correio da Manhã que recorda que as "Estradas espanholas já mataram 18 portugueses este ano".

    A derrota do Benfica, quinta-feira, frente ao Galatasaray da Turquia por 0-2, em jogo a contar para a Taça UEFA, merece também destaque no Correio da Manhã, que diz: "Erros do Benfica castigados com derrota".

    O Jornal de Notícias também destaca o "Choque fatal" que matou seis portugueses em Espanha, bem como a derrota do Benfica.

    "´Saco azul´ chega [hoje] ao fim com leitura da sentença", escreve também o jornal sobre o processo da autarca Fátima Felgueiras.

    O Diário de Notícias realça "Crise na Madeira obriga a intervenção de Cavaco", a propósito do deputado do Partido Nova Democracia que mostrou uma bandeira nazi no parlamento.

    "Ministro tranquiliza chefias militares" lê-se igualmente no jornal, adiantando que Severiano Teixeira reconheceu problemas aos Chefes de Estado Maiores da Força Aérea, Exército e Marinha.

    Também na capa deste jornal surge a derrota do Benfica e ainda a do Braga, que quinta-feira perdeu com o AC Milão por 1-0, em jogo da Taça UEFA.

    O 24horas destaca a morte de uma jornalista da TVI Rute Cruz, de 28 anos.

    Pequenas e Médias empresas vão ter uma nova linha de crédito, informa hoje o Diário Económico, que apresenta sugestões de como se pode poupar nos impostos.

    O Jornal de negócios destaca o anúncio do BCE aos bancos de que os juros devem cair para empresas e famílias.

    Este jornal realça também na capa uma entrevista com António Vitorino, onde refere que nunca andou atrás do cargo de primeiro-ministro.

    "BCP aumenta capital sem pedir dinheiro aos accionistas" escreve o Semanário económico.

    O Semanário destaca uma entrevista com o presidente da OSCOT (Observatório de Segurança, Criminalidade organizada e Terrorismo), em que Garcia Leandro afirma que "As chefias militares estão empenhadas na resolução dos problemas".

    Este jornal aborda ainda o entendimento entre o primeiro-ministro e o Presidente da República, sob o título "Hora decisiva da cooperação estratégica".

    O semanário refere-se a uma série de assuntos, nomeadamente à questão dos militares, do estatuto político-administrativo dos Açores e ainda a nacionalização do BPN, que segundo o jornal, "pode voltar para trás com veto eventual de Belém à lei-quadro".

    A derrota do Benfica frente ao Galatasaray (0-2), em jogo a contar para a Taça UEFA, está na manchete dos matutinos desportivos, que ainda se referem, com menor destaque, ao bom jogo do Braga contra o Ac Milão (1-0).

    “Águia espalhou-se”, proclama o Record, sobre foto do hondurenho Suazo (Benfica) a cair num lance com um jogador da equipa turca.

    “Benfica cai das nuvens com 1ª derrota da época em Portugal”, comenta o matutino, que assinala ainda que “encarnados não perdiam por 2 em casa nas provas europeias desde 1997”.

    Numa coluna à direita, o jornal refere-se ao jogo entre bracarenses e italianos do Milão, titulando “a diferença entre ter Renteria ou Ronaldinho”.

    O Jogo anuncia que “faltou um pensador”, ocupando a capa com uma foto dos festejos de um dos golos do Galatasaray, perante o desalento dos jogadores do Benfica.

    O matutino destaca ainda declarações dos dois treinadores: “Logo nos primeiros cinco minutos vimos o que seria a partida” (Quique Flores, Benfica) e “Não esperava mais do Benfica” (Michael Skibbe, Galatasaray).

    “Enorme injustiça assinada Ronaldinho”, comenta O Jogo, como foto do jogador brasileiro abraçado a um colega, festejando o golo solitário, obtido nos descontos, que derrotou a equipa de Braga.

    Uma foto de Suazo em queda ilustra a capa de A Bola, com o título “Quique tem razão”, explicando no antetítulo que “treinador bem avisou que a equipa não está perto do que quer”.

    “Trambolhão caseiro trava caminho ascendente dos encarnados e deixa limitações à vista”, comenta o matutino, que destaca uma declaração do treinador: “custa-me acreditar que mesmo com quatro atacantes não saibamos defender”.

    “Grande Braga fez tremer S. Siro”, diz o jornal, referindo que “golaço de Ronaldinho acabou com o sonho minhoto aos 90+3”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.