Açoriano Oriental
US Open
Kyrgios afasta campeão e encontra Khachanov nos 'quartos'

O australiano Nick Kyrgios derrotou o russo Daniil Medvedev, número um mundial e campeão em título, para aceder aos quartos de final do Open dos Estados Unidos, marcando encontro com Kharen Kachanov, que bateu Pablo Carreño Busta.

Kyrgios afasta campeão e encontra Khachanov nos 'quartos'

Autor: Lusa/AO Online

A abrir a sessão noturna no Arthur Ashe Stadium, o moscovita, de 26 anos, e o irreverente Kyrgios, 25.º colocado no ‘ranking’ ATP, protagonizaram um duelo equilibrado e de elevado nível, que acabou por sorrir ao tenista de Camberra, em quatro ‘sets’, com os parciais de 7-6 (13-11), 3-6, 6-3 e 6-2.

Graças ao triunfo em duas horas e 53 minutos, Nick Kyrgios, vice-campeão de Wimbledon, garantiu pela primeira vez a presença nos ‘quartos’ do quarto e último ‘major’ da temporada, enquanto Daniil Medvedev, com a derrota, vai perder a liderança do ‘ranking’ ATP, que será assumida por Rafael Nadal, Carlos Alcaraz ou Casper Ruud quando o torneio terminar.

“Que lugar para o fazer. Casa cheia em Nova Iorque. Quero ir até ao fim, espero que seja possível. Penso que joguei da forma certa. Respondi ao serviço de forma incrível e penso que o terceiro e quarto ‘sets’ foram muito descontraídos. Diverti-me imenso”, comentou Kyrgios, pela quarta vez no lote de oito finalistas de um torneio do ‘Grand Slam’.

Na ronda seguinte, o australiano, de 27 anos, vai defrontar outro russo, Karen Khachanov, responsável pela eliminação do espanhol Pablo Carreño Busta em cinco partidas, pelos parciais de 4-6, 6-3, 6-1, 4-6 e 6-3, ao fim de três horas e 21 minutos.

O moscovita, antigo ‘top 10’ mundial e atual 31.º, vai estrear-se igualmente nos quartos de final do Open dos Estados Unidos, depois de bater o adversário de Gijon (15.º ATP), duas vezes semifinalista em Flushing Meadows (2017 e 2020), que cometeu mais erros do que o adversário (43-32).

“Com o Pablo, sempre tive encontros incrivelmente duros. Preparei-me psicologicamente para jogar bem durante todo o encontro. Desde a primeira ronda, comecei a sentir-me cada vez melhor, mais confiante em ‘court’”, avançou Khachanov, apurado pela terceira vez para a antepenúltima fase de um torneio do Grand Slam, após Roland Garros (2019) e Wimbledon (2021).

Na variante feminina, também uma estreia, a da tunisina Ons Jabeur. A número cinco mundial e vice-campeã de Wimbledon vai disputar pela primeira vez na carreira os quartos de final em Nova Iorque, após o triunfo sobre a russa Veronika Kudermetova (18.ª WTA), em dois ‘sets’, por 7-6 (7-1) e 6-4.

Depois de conseguir recuperar de uma desvantagem de 2-5 no parcial inaugural, frente a uma adversária à qual nunca tinha vencido um ‘set’, Jabeur tornou-se a primeira tenista africana a atingir o ‘top 8’ em Nova Iorque desde 1998, e a primeira árabe a alcançar tal feito.

Na próxima eliminatória, o duelo será com a australiana Ajla Tomljanovic (46.ª), que colocou um ponto final na carreira de Serena Williams na terceira ronda, e eliminou na última sessão noturna a russa Liudmila Samsonova (35.ª), por 7-6 (10-8) e 6-1, garantindo assim a estreia no grupo das oito finalistas do ‘major’ norte-americano.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados