GNR pede cautela e alerta condutores para milhares de peregrinos nas imediações de Fátima

GNR pede cautela e alerta condutores para milhares de peregrinos nas imediações de Fátima

 

Lusa/AO Online   Nacional   11 de Out de 2019, 12:04

A GNR apelou esta sexta-feira aos condutores que se deslocam a Fátima no sábado e no domingo, para a peregrinação de outubro, para adotarem uma condução cautelosa.

Numa nota de imprensa, o Comando Territorial de Santarém apela aos condutores que nestes dias, em Fátima e nos seus acessos, “adotem uma condução cautelosa, devido ao elevado número de peregrinos a circular na via pública, e que respeitem a sinalização e ordens dos agentes policiais”.

A GNR acredita que nesta peregrinação deverão chegar “milhares” de visitantes ao Santuário de Fátima, “pelo que serão empenhados militares de diversas valências policiais da Guarda Nacional Republicana, nomeadamente, territorial, patrulhamento a cavalo, patrulhamento ciclo, (através de equipas de Tourist Support Patrol), trânsito, investigação criminal, intervenção, binómios cinotécnicos, manutenção de ordem pública, inativação de explosivos e operações especiais”.

Para que as celebrações decorram em segurança, a GNR irá implementar um dispositivo de segurança na cidade de Fátima, com particular atenção ao santuário e zona envolvente, mas recomenda ainda que os peregrinos cheguem atempadamente, a fim de evitar filas prolongadas.

A GNR pede ainda para não deixarem bens à vista no interior dos veículos, nem deixar documentos pessoais nos automóveis, e não transportar a carteira ou o telemóvel no bolso de trás ou na mochila.

“Evite andar com grandes quantias de dinheiro. Divida-o e distribua-o por vários locais, não leve bens de valor, nem objetos que sejam ostensivos e nunca perca de vista os idosos e crianças que o acompanham, devendo estas ter sempre um contacto de um adulto do grupo”, sugere ainda a GNR, que aconselha que os peregrinos tenham sempre o telemóvel com bateria e o contacto dos elementos do grupo com quem seguem viagem.

O arcebispo de Seul vai presidir à Peregrinação Internacional Aniversária à Cova da Iria, que evoca a última Aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos em 1917.

Segundo uma nota do Santuário, a presença do cardeal Andrew Yeom Soo-jung em Fátima exprime “a atenção que o Santuário tem dado ao continente asiático, de onde se tem registado um aumento anual de peregrinos, mas é, também, uma chamada de atenção para a necessidade de paz naquela zona do globo”.

A peregrinação começa no sábado com saudação inicial às 18:30, na Capelinha das Aparições; prossegue com a recitação do Rosário às 21:30, seguida da Procissão das Velas e Missa da Vigília.

No dia 13 de outubro, domingo, a oração do terço está agendada para as 09:00, seguida da Missa Internacional, que termina com a Procissão do Adeus, no Recinto de Oração.

As principais celebrações vão ter interpretação em língua gestual portuguesa e podem ser seguidas em direto em www.fatima.pt.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.