PSD/Açores acusa Governo Regional de condicionar o ensino profissional

PSD/Açores acusa Governo Regional de condicionar o ensino profissional

 

Lusa/Ao online   Regional   17 de Fev de 2019, 19:24

O PSD/Açores acusou este domingo o Governo Regional de condicionar o ensino profissional no arquipélago, ao “limitar a abertura de dois cursos por ano”, que são determinados pela tutela e não pelas escolas.



João Dâmaso Moniz, membro da comissão política do partido, afirmou, citado em nota de imprensa, que o executivo “condiciona o funcionamento do ensino profissional”, já que limita a “abertura de dois cursos por ano, cursos que é a tutela quem determina quais são e não os que as escolas pretendem”.

O resultado dessa política, considera o social-democrata, “retira alunos das escolas profissionais, encaminhando-os para as escolas do ensino regular”.

João Dâmaso Moniz disse que “é urgente dar um novo impulso ao ensino profissional”, já que “os Açores têm de se aproximar dos indicadores médios da União Europeia quanto ao número de alunos em cursos profissionais, que são 60% dos que frequentam o ensino secundário”, tendo frisado que “apenas um terço dos alunos açorianos se encontram a frequentar cursos profissionais”.

O responsável salientou a importância do ensino profissional como “um eficaz instrumento de combate ao desemprego”, lamentando “uma redução de 28% no número de cursos profissionais cuja abertura foi autorizada pelo Governo Regional”, nos últimos oito anos, e “as fortes limitações ao financiamento”, uma política que, “sendo uma opção legítima, é uma opção errada”, asseverou.

Os sociais-democratas defendem que “deve ser evitada a atual sobreposição de oferta formativa, alargando a formação profissional a todas as ilhas e concelhos”.

O responsável afirmou, ainda, que “não se entende que um governo que considera indispensável promover a empregabilidade tenha essa atitude em relação às escolas profissionais, anunciando que vai trabalhar em conjunto com as mesmas, mas retirando-lhes elementos de funcionalidade”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.