Açoriano Oriental
Açores/Eleições
PAN apoia "totalmente" parecer da CNE

O porta-voz do PAN/Açores Pedro Neves afirmou que o partido apoia "totalmente" o parecer dado pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) a propósito da mensagem enviada pela Autoridade Tributaria (AT) aos açorianos sobre as eleições.

PAN apoia "totalmente" parecer da CNE

Autor: Lusa/AO Online

"Eu sei que nós temos que reduzir a abstenção, mas não é por aqui. E, devido à transmutação que vemos entre o Governo e o PS a fazer campanha, eu já estou completamente baralhado. E com estes e-mails não ajudou em nada, tendo em conta a transparência que nós queremos imprimir na região açoriana", afirmou Pedro Neves, em declarações aos jornalistas.

Pedro Neves, que é também o cabeça de lista do PAN pelo círculo eleitoral de São Miguel, falava à margem de uma reunião com o provedor da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande, no âmbito da campanha para as eleições regionais de 25 de outubro.

A posição da CNE, a que a agência Lusa teve hoje acesso, diz respeito a queixas de "mais de duas dezenas de cidadãos" a propósito de um 'email' enviado pela AT sobre o processo de voto em mobilidade para as próximas regionais de 25 de outubro, assinado pelo Governo dos Açores e apresentando a mensagem “O futuro dos Açores está nas suas mãos”.

A CNE diz que a AT não deveria ter enviado uma correspondência aos açorianos sobre o sufrágio deste mês, pedindo também "neutralidade e imparcialidade" ao Governo Regional.

A entidade determina à AT "que se abstenha de intervir, por qualquer forma, nos processos eleitorais, seja porque tal intervenção não é legitimada por nenhuma norma de direito eleitoral, seja ainda e acessoriamente por força do que comanda o princípio da especialidade das competências administrativas".

"O PAN apoia totalmente o parecer dado pela CNE porque usar os dados que supostamente são confidenciais que a parte tributária tem do cidadão e aproveitar isso para um apelo ao voto ou não, acho que existe aqui talvez uma promiscuidade que não devia existir" e "é por isso que a CNE fez um parecer", frisou o candidato pelo PAN/Açores, partido Pessoas-Animais-Natureza.

As legislativas dos Açores estão marcadas para 25 de outubro, com 13 forças políticas candidatas aos 57 lugares da Assembleia Legislativa Regional: PS, PSD, CDS-PP, BE, CDU, PPM, Iniciativa Liberal, Livre, PAN, Chega, Aliança, MPT e PCTP/MRPP. Estão inscritos para votar 228.999 eleitores.

No arquipélago, onde o PS governa há 24 anos, existe um círculo por cada uma das nove ilhas e um círculo de compensação, que reúne os votos não aproveitados para a eleição de parlamentares nos círculos de ilha.



 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.