Açoriano Oriental
Música, alegria e esperança em mais um Natal dos Hospitais

Numa parceria entre o Açoriano Oriental e a RTP Açores, o Natal dos Hospitais voltou a ser uma festa de música, alegria e esperança para todos, tendo este ano sido transmitido a partir da Vila de Água de Pau


Autor: Ana Carvalho Melo

A Festa de Natal dos Hospitais voltou ontem aos ecrãs, num espetáculo de música, alegria e esperança realizado, este ano, no Auditório Ferreira da Silva em Água de Pau.

Este é um evento onde a esperança e solidariedade se unem para chegar ao coração de todos os açorianos, quer estejam na Região ou noutro recanto do mundo, numa tradição que, há já quatro décadas, é promovida pelo jornal Açoriano Oriental e pela RTP Açores.

Em ambiente de alegria, foi assinalada esta época sem nunca esquecer que o mote principal desta festa são os doentes, como lembrou o administrador do Açoriano Oriental, Pedro Melo, na abertura deste espetáculo.

“O Natal dos Hospitais é feito especialmente a pensar em quem não pode estar aqui connosco a partilhar este momento presencialmente, quer por motivo de doença, de dificuldade de mobilidade ou outras razões, e é com todas as pessoas que em casa assistem a esta festa no coração que mais uma vez o Açoriano Oriental e a RTP Açores se reúnem e realizam este espetáculo”, afirmou.

E acrescentou: “Sabendo que nem sempre a vida nos sorri do modo que desejaríamos, permitam-me deixar aqui uma mensagem de esperança e de solidariedade, desejando a todos que esta época festiva seja o mais repleta possível de boas memórias e de esperança em dias mais sorridentes”.

Pedro Melo deixou ainda “uma palavra de apreço pelo trabalho de produção da Luna Teles Ribeiro, assim como de toda a equipa que torna este evento possível, e um muito sentido agradecimento a todos os artistas que ano após ano atuam e abrilhantam este espetáculo”.

Por sua vez, o diretor da RTP Açores, Rui Goulart, numa intervenção no final do espetáculo, realçou que o Natal dos Hospitais é sempre um momento muito especial, afirmando que se trata de um legado que a televisão pública pretende manter.

Rui Goulart aproveitou também a oportunidade para deixar uma mensagem de esperança e melhoras a quem está doente, no hospital ou em casa. Assim como para o animado público que encheu o Auditório Ferreira da Silva, em Água de Pau.

“Quero deixar uma mensagem de esperança e união. Numa fase em que considero que estamos um pouco egoístas e intolerantes, apelo a uma maior tolerância e compreensão, a que as pessoas não julguem de forma imediata e sobretudo que partilhemos o carinho, o altruísmo, a amizade e que aproveitemos a vida”, declarou.

O diretor da RTP Açores quis ainda deixar uma mensagem particular aos profissionais de saúde, destacando o trabalho realizado nos centros de saúde e nos hospitais da Região.
“O meu muito obrigado e um aplauso”, afirmou.

Durante este espetáculo, também a vereadora da área da Cultura da Câmara Municipal da Lagoa, Albertina Oliveira, destacou a importância que o município dá ao facto de Água de Pau ter acolhido este evento.

“É com grande satisfação que a Câmara Municipal de Lagoa abriu as portas deste auditório, nesta bela vila de Água de Pau, para este evento que gera esperança, alegria, sorrisos e boa disposição”, disse, frisando: “É um orgulho receber este evento, que leva o brilho de Natal aos mais frágeis, assim como aos que cuidam dos doentes. É um evento que traz alento a todos”.

A festa do Natal dos Hospitais, que foi ontem à tarde transmitida na RTP Açores com apresentação de Vasco Pernes, começou com a atuação do Coro Infantojuvenil da Academia de Música da Ribeira Grande com direção artística de Rui Correia, tendo-se seguido artistas e agrupamentos como Crossfaith, Aníbal Raposo, Mariana Rocha, Projeto Mantra Nostrum, Turma do 3º A de Santa Bárbara da Ribeira Grande, dueto Filipa e Afonso, Jamming out there, Coro 2.º ano do Conservatório Regional da Horta.

A segunda parte deste espetáculo abriu com apresentação da Orquestra Juvenil Triunfo, tendo em seguida atuado Rakel, Fátima Santos, Nuno Martins, Música Nostra com Ricardo Melo e Anita Medeiros, Kakkerlakk, Doce Sinfonia e Diogo Gaspar. O espetáculo encerrou com a atuação do Grupo de Vozes e Cantares de Monte Santo de Água de Pau.

Ao longo da emissão, os diferentes artistas aproveitaram para deixar as suas mensagens de esperança e de boas festas. Mas também foram muitas as instituições que se juntaram deixando as suas mensagens, em que não faltaram apelos à paz, mas principalmente o desejo de muita saúde e esperança no futuro. Esse foi o caso da mensagem do padre Paulo Silva, da Cáritas da Ilha do Faial, que lembrou que o Natal é “a festa do Menino Jesus, da encarnação do menino-Deus, que veio trazer uma mensagem de Paz e amor, de alegria e felicidade, que veio trazer uma nova perspetiva à humanidade”, tendo nesse sentido apelado à capacidade de construção de um mundo onde a injustiça, a desgraça, o desrespeito pelos direitos humanos e o desprezo acabe.

O Natal dos Hospitais voltará a ser transmitido no dia de Natal na Antena 1 Açores, mas também poderá voltar a ser visto através da plataforma RTP Play.

Nesta edição, para além do empenho dos diversos profissionais, esta festa contou ainda com o apoio da Câmara Municipal da Lagoa, da Câmara Municipal da Ribeira Grande, da NORPRO Som, da Live Summer Fest Events, da M eventos e RCE Eventos.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados