Sociedade

DECO já recebeu mais de 5.000 pedidos de ajuda de sobre-endividados até novembro

DECO já recebeu mais de 5.000 pedidos de ajuda de sobre-endividados até novembro

 

Lusa/AO Online   Economia   8 de Dez de 2012, 13:56

O Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado (GAS) da DECO abriu nos primeiros onze meses deste ano mais mil processos que no mesmo período de 2011, num total superior a cinco mil, revelam dados da DECO.

Entre janeiro e novembro de 2010, aquele gabinete registou a entrada de 2.653 processos de sobre-endividamento, número que subiu para 4.008 no mesmo período do ano passado e para 5.003 este ano, até novembro. “As subidas têm sido significativas”, afirmou à Lusa a coordenadora do gabinete, Natália Nunes, adiantando que o desemprego e a deterioração das condições laborais (cortes salariais, redução de horas extraordinárias e atrasos de pagamento dos vencimentos) são a causa de 69% dos processos entrados este ano, seguindo a tendência de anos anteriores. Em média, são seis os créditos/dívidas registados em cada processo de sobre-endividamento: um crédito à habitação, dois créditos pessoais, dois cartões de crédito e mais um crédito para automóvel e outros. O crédito pessoal é a dívida para a qual é mais solicitada (35% dos casos) a intervenção do GAS, até novembro de 2012, seguindo-se o cartão de crédito (29% dos casos) e só depois o crédito à habitação (17,9%). Os sobre-endividados que recorrem ao GAS apresentam uma média de 65 mil euros do valor total em dívida, sendo a média da prestação mensal da ordem dos 950 euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.