Ruptura de cabos submarinos provoca perturbações na Europa e Ásia


 

Lusa/AO Online   Internacional   19 de Dez de 2008, 17:05

 O tráfego telefónico entre a Europa, Ásia e Médio Oriente sofreu hoje "muitas perturbações" na sequência de uma ruptura em três cabos submarinos no Mediterrâneo, anunciou a operadora de telecomunicações France Telecom.
"A ruptura, cujas causas ainda não foram apuradas, está localizada no Mediterrâneo, entre a Sicília e a Tunísia, nos segmentos que ligam a Sicília ao Egipto", explicou a operadora, em comunicado.

    "As ligações entre a Europa, a Argélia e a Tunísia não foram afectadas, mas o tráfego entre a Europa, o Médio Oriente e a Ásia está interrompido ou com muitas perturbações", acrescentou a mesma nota.

    Entre as áreas mais problemáticas, segundo a France Telecom, estão as Maldivas, onde o tráfego foi totalmente interrompido, Índia, com perturbações na ordem dos 82 por cento, Qatar (73 por cento) e Djibuti (71 por cento).

    As comunicações também foram afectadas em outros países da região, como foi o caso do Líbano, Arábia Saudita, Egipto e da Malásia.

    A rede de Internet está "parcialmente" interrompida na Ilha da Reunião (ilha francesa situada no Oceano Índico) e na Jordânia.

    A operadora de telecomunicações francesa "respondeu de imediato à situação e accionou um alerta de manutenção com o envio para o Mediterrâneo de dois barcos", concluiu.

    De acordo com a empresa, a situação deverá melhorar a partir da próxima quinta-feira (dia 25 de Dezembro), estando totalmente normalizada no próximo dia 31.

   

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.