Açoriano Oriental
Eleições/Madeira
PSD vence em nove dos 11 concelhos

 O PSD venceu hoje em nove dos 11 concelhos madeirenses, tendo os outros dois passado para a liderança do PS, no caso de Machico, e do JPP, no caso de Santa Cruz, segundo os resultados oficiais provisórios.

PSD vence em nove dos 11 concelhos

Autor: Lusa /AO Online

Nas eleições regionais antecipadas que hoje se realizaram, os sociais-democratas viram reduzida a amplitude da sua maioria absoluta, agora só verificada no concelho de Calheta (51,78%), quando, a 24 de setembro de 2023, a tinha conseguido em seis concelhos (ainda que em coligação com o CDS-PP).

De acordo com informação disponibilizada pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, o PSD ficou muito perto da maioria nos concelhos de Ponta do Sol (49,71%) e Porto Moniz (49,23%).

Aparte os concelhos em que PS e JPP venceram, a votação mais baixa do PSD ocorreu no Funchal, com 33,34%, ainda que os sociais-democratas tenham vencido em todas as 10 freguesias do maior concelho (com votações acima dos 30% e abaixo dos 40%).

Em Machico, o PSD foi a segunda força política mais votada (33,40%), perdendo o concelho para o PS por apenas 12 votos, tendo os socialistas vencido em duas das cinco freguesias (Machico e Caniçal).

O mesmo segundo lugar ficou reservado para o PSD no concelho de Santa Cruz (26,85%), onde o JPP venceu a eleição por 1.563 votos, conquistando todas as cinco freguesias.

O PS ficou em segundo lugar em todos os concelhos à exceção de Santa Cruz, que o JPP tirou ao PSD, que, por sua vez, passou a ocupar essa posição.

O JPP destronou o Chega da terceira posição conquistada em sete dos onze concelhos madeirenses nas últimas eleições, ficando em terceiro lugar em todos os círculos, com exceção de Santa Cruz, onde venceu, e Santana, onde essa posição foi conquistada pelo CDS-PP, que concorreu sozinho ao escrutínio de hoje.

O PSD ganhou em 45 das 54 freguesias da região, falhando as cinco do concelho Santa Cruz, para o JPP; duas em Machico (Machico e Caniçal) e uma no Porto Moniz (Achadas da Cruz), para o PS; e uma na Calheta (Paul do Mar), para o CDS-PP, que aí obteve maioria absoluta.

No concelho da Calheta, o PSD venceu com maioria absoluta em seis das oito freguesias, com a maior votação da eleição a registar-se na freguesia de Prazeres (60%).

O PSD venceu hoje as eleições regionais na Madeira, com 36,13% dos votos e 19 mandatos, mas sem maioria absoluta, segundo os resultados finais provisórios.

O PS foi a segunda força mais votada, com 21,32%, e elegeu 11 deputados, e o Juntos pelo Povo (JPP) foi terceiro, com 16,89% e nove deputados, segundo dados da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna.

As eleições legislativas regionais antecipadas na Madeira decorreram hoje, num escrutínio em que mais de 254 mil eleitores foram chamados a votar.

Em disputa nas eleições, com um círculo único, estão 47 lugares da Assembleia Legislativa Regional, aos quais concorreram 14 candidaturas (uma coligação e 13 partidos únicos).

Em relação às regionais de 24 de setembro de 2023, a única diferença em termos de concorrentes é o facto de PSD e CDS-PP (que governaram juntos nas duas últimas legislaturas) se apresentarem em listas distintas, quando no ano passado foram a votos coligados.

As eleições antecipadas de hoje ocorreram oito meses após as mais recentes legislativas regionais, depois de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter dissolvido o parlamento madeirense, na sequência da crise política desencadeada em janeiro, quando o líder do Governo Regional (PSD/CDS-PP), Miguel Albuquerque, foi constituído arguido num processo em que são investigadas suspeitas de corrupção.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados