Açoriano Oriental
FC Porto 'folgado' em Famalicão iguala à condição os primeiros

O FC Porto venceu hoje o Famalicão, por 3-0, com golos apontados ainda na primeira parte por Evanilson e Taremi, e na segunda por Francisco Conceição, em partida da 12.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

FC Porto 'folgado' em Famalicão iguala à condição os primeiros

Autor: Lusa /AO Online

Com este resultado, os ‘dragões’ igualaram à condição Benfica e Sporting, primeiro e segundo, respetivamente, todos com 28 pontos, enquanto os famalicenses, por outro lado, já vinham de uma derrota e da eliminação da Taça de Portugal, diante do Benfica, um dos objetivos da temporada da formação minhota.

Para este encontro, Jorge Sánchez e João Mendes foram as grandes novidades de Sérgio Conceição no ‘onze’ inicial. O técnico dos ‘dragões’ mudou os alas na defesa, mantendo Pepe e Fábio Cardoso no eixo.

Já do lado do Famalicão, João Pedro Sousa incluiu no ‘onze’ Cádiz e Theo Fonseca.

O FC Porto chegou cedo ao golo: aos oito minutos, um remate colocado de Evanilson à entrada da área, após um livre lateral, abriu a contagem para a formação ‘azul e branca’.

Depois do golo, a formação da casa reagiu e foram várias as oportunidades que poderiam ter dado em golo.

Aos 20 minutos, Puma Rodríguez marcou um livre lateral e Diogo Costa afastou a bola com uma palmada, sendo que na recarga Zaydou rematou por cima.

Logo de seguida, e após um cruzamento de Puma Rodríguez, Cádiz desviou ao primeiro poste, mas a bola saiu ao lado da baliza portista.

A pressão da equipa comandada por João Pedro Sousa manteve-se e fez os jogadores do FC Porto ‘suar’ nestes minutos finais do primeiro tempo, na tentativa de anular essa reação.

Aos 38 minutos, um contra-ataque famalicense terminou com uma cabeçada de Cádiz ao lado da baliza de Diogo Costa. O Famalicão estava a conseguir chegar à baliza portista, mas não o estava a conseguir fazer da melhor forma na parte da finalização.

Entretanto, já perto do intervalo, os ‘dragões’ voltaram a equilibrar-se e encontraram novamente o rumo da baliza adversária: João Mendes rematou de fora da área e Luiz Júnior sentiu grandes dificuldades no lance.

Logo de seguida, Alan Varela, de primeira, atirou para uma boa defesa do guardião famalicense.

A chegar ao intervalo, num lance que deixou muitas dúvidas, os minhotos ficaram a pedir grande penalidade. Há dúvidas sobre uma mão de Eustáquio na área ‘azul e branca’, mas o árbitro, depois de consultar o VAR, mandou o jogo seguir.

Mas o FC Porto acabaria mesmo por marcar outra vez ainda antes do descanso, já em tempo de compensação: após uma recuperação de Eustáquio, Galeno isolou Taremi e o avançado rematou cruzado para golo.

O iraniano festejou com um forte abraço ao treinador que, na conferência de imprensa de antevisão deste encontro, teceu grandes elogios ao jogador.

Na segunda parte, as duas equipas baixaram o ritmo de jogo, ainda assim, os famalicenses não ‘baixaram os braços’ e continuaram a pressionar na busca de reduzir a desvantagem.

Aos 65 minutos, após um cruzamento de Nathan para a área, Topic rematou por cima.

Já na reta final do encontro, o Famalicão ficou reduzido a 10 jogadores. Zaydou arriscou num lance com João Mendes e viu o segundo amarelo, complicando ainda mais a tarefa da formação minhota.

O FC Porto acabou por marcar mais um, desta feita pelo recém-entrado Francisco Conceição que, após uma assistência de Grujic, finalizou com ‘classe’ à saída do guardião Luiz Júnior.

O internacional sub-21 esteve muito perto de fazer mais um golo, já nos descontos, mas a bola caprichosamente bateu no poste.

 


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados