Cerca de 300 professores nos Açores vão aprender mais sobre o oceano


 

AO Online/ Lusa   Regional   13 de Jul de 2019, 19:30

Cerca de 300 professores do primeiro ciclo do ensino básico nos Açores vão ser abrangidos por um programa de educação para a literacia do oceano que chega agora àquela região autónoma, anunciou o Governo Regional.

Denominada “Educar para uma Geração Azul”, a iniciativa, da Fundação Oceano Azul e Oceanário de Lisboa, em parceria com a Direção-Geral da Educação, chegar aos Açores através de uma iniciativa do Governo Regional.

Focada na conservação e no uso sustentável dos recursos marinhos, a iniciativa abrange, numa primeira fase, a formação de cerca de 300 professores do primeiro ciclo do ensino básico, segundo o gabinete de imprensa do Governo Regional.

Estes docentes são oriundos de 58 escolas das ilhas de São Miguel, Terceira, Faial e Pico, abrangendo mais de 4.500 alunos.

Os professores são alvo de ações de formação dedicadas a conteúdos sobre o oceano, a sua riqueza e potencial, as ameaças que enfrenta e as soluções que permitam manter o capital natural existente, como a criação de áreas marinhas protegidas ou a gestão sustentável das pescas.

Segundo o executivo açoriano, nos Açores, a formação inclui um capítulo exclusivo sobre o mar da região, sendo abordadas áreas consideradas importantes para o conhecimento do oceano.

O programa, validado pela Direção-Geral da Educação, foi desenvolvido de forma a que os professores possam trabalhar os conteúdos de Português, Matemática e Estudo do Meio do 1.º Ciclo do ensino básico, assim como as áreas de competências do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, através dos ensinamentos do mar.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.