Novo aeroporto internacional de Lisboa

Algarve a favor de solução em Alcochete


 

Lusa / AO online   Nacional   31 de Out de 2007, 16:42

O presidente da Grande Área Metropolitana do Algarve, Macário Correia (AMAL), congratulou-se esta quarta-feira pela opção de Alcochete para o novo aeroporto de Lisboa por ser mais equilibrada, mais económica, melhor para o ambiente e para o ordenamento do território.
A Confederação da Indústria Portuguesa (CIP) apresentou um estudo a revelar que a localização do novo aeroporto de Lisboa no Campo de Tiro de Alcochete permite poupar três mil milhões de euros, incluindo uma nova ponte e o redesenho da rede de alta velocidade.
Segundo o presidente da AMAL - que congrega os 16 municípios algarvios - a "decisão de Alcochete é aparentemente mais equilibrada, mais económica, melhor para o ambiente e para o ordenamento do território segundo parâmetros de localização ambiental".
"O bom senso pode ficar confortado se as coisas caminharem nesse sentido [Alcochete], admitiu Macário Correia, mencionando que a nova opção é uma mais-valia para o Algarve.
"Quanto mais perto ficar do Algarve uma nova oferta aeroportuária tanto melhor para os algarvios", mencionou Macário Correia, admitindo que Alcochete é sempre preferível às outras opções, nomeadamente a da OTA.
Crítico sobre a OTA Macário Correia referiu que as decisões devem ser tomadas com "fundamentação técnica", "sensatez" e "equilíbrio".
"Aquilo que o Governo fez em relação à Ota é de facto uma leviandade, foi uma teimosia mal conduzida que prova o tipo de carácter que alguns membros do Governo têm em que lhes falta experiência democrática e humildade", observou o presidente da AMAL.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.