Açoriano Oriental
Dakar2023
Vitória nas motos é de Barreda depois de organização retificar classificação

O espanhol Joan Barreda (Honda) venceu a quarta etapa do rali Dakar de todo-o-terreno na categoria das motas, depois de a Amaury Sports Organization (ASO) retificar a classificação nas duas rodas.

Vitória nas motos é de Barreda depois de organização retificar classificação

Autor: Lusa/AO Online

Num primeiro momento, o piloto da Honda foi dado como vencedor, mas a informação foi corrigida pouco depois, com uma primeira atualização, que deu a vitória ao chileno José Ignacio Cornejo (Honda), que lhe viu serem retirados 25.55 minutos ao tempo efetuado por ter parado para prestar assistência ao português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero), que sofreu uma queda e desistiu.

No entanto, mais tarde, a ASO acabou por corrigir o tempo de Cornejo, da equipa oficial da Honda (gerida pelo português Ruben Faria), tirando apenas 7.35 minutos ao registo do chileno.

Desta forma, a vitória na etapa acabou por ser de Joan Barreda, que corre há dois dias com um dedo de um dos pés fraturado.

Barreda venceu nas motas com 16 segundos de vantagem sobre o chileno Pablo Quintanilla (Honda) e 1.05 minutos sobre o norte-americano Skyler Howes (Husqvarna).

Na geral, o australiano Daniel Sanders (GasGas) mantém a liderança, com 3.33 minutos de avanço para Skyler Howes e 4.05 para o argentino Kevin Benavides (KTM). Barreda é, agora, quarto, a 4.30.

É o 30.º triunfo em etapas do piloto espanhol, primeiro da 45.ª edição, que se disputa na Arábia Saudita até 15 de janeiro.

 


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados