Açoriano Oriental
Santa Clara continua na Taça de Portugal mas teve que 'suar' em Elvas

O Santa Clara, da II Liga, teve de ‘suar’ para garantir um lugar nos oitavos de final da Taça de Portugal em futebol, conseguindo vencer o Elvas, do quarto escalão, apenas nas grandes penalidades.

Santa Clara continua na Taça de Portugal mas teve que 'suar' em Elvas

Autor: Lusa/AO Online

Em jogo da quarta ronda da competição, disputado no Alentejo, o Santa Clara entrou melhor na partida, sem criou lances claros de golo, mas o Elvas sacudiu a pressão inicial e também começou a aproximar-se da baliza adversária, ainda que sem perigo.

A melhor oportunidade de golo do primeiro tempo foi para o Santa Claro, com Vinícius Lopes a conseguir isolar-se e a rematar, já em desequilíbrio, com pouca força e ao lado da baliza.

Na segunda parte, a toada manteve-se, com muitas disputas de bola a meio-campo e poucas jogadas de perigo junto das balizas.

O jogo só ganhou interesse já perto dos 90 minutos, quando o Santa Clara dispôs de dois ou três lances para marcar, mas não conseguiu por desacerto dos avançado ou boas defesas do guarda-redes adversário.

Num desses lances, e quando os açorianos davam ‘tudo por tudo’, gerou-se uma confusão, atrás da baliza do Elvas, entre Serginho e adeptos da equipa da casa, o que provocou protesto dos visitantes e a expulsão do treinador Vasco Matos.

O golo inaugural surgiu na primeira parte do prolongamento, com Gabriel Silva a fintar um adversário e a rematar cruzado para o fundo da baliza.

Em vantagem no resultado, o Santa Clara tentou gerir o jogo, mas a equipa da casa respondeu e, num canto, Medina saltou mais alto que todos e igualou o resultado, obrigando o jogo a decidir-se nas grandes penalidades.

Na ‘lotaria’, o guarda-redes açoriano Marcos Díaz foi decisivo, negando as conversões de Medina e Desmond Nketia, oferecendo o triunfo aos açorianos.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados