Código Contributivo

Novas regras podem agravar custos das empresas

Novas regras podem agravar custos das empresas

 

Lusa / AO online   Economia   25 de Nov de 2009, 10:34

A Associação Nacional de Empreiteiros de Obras Públicas (ANEOP) organiza esta quarta-feira um debate sobre o novo Código Contributivo, um documento que o vice-presidente da organização diz que pode agravar os custos e a falta de competitividade das empresas.
Com a entrada em vigor da nova legislação, em Janeiro de 2010, "os custos de produção vão aumentar, o que obrigará a que o preço final seja revisto. Isto poderá afectar a competitividade das nossas empresas e tornar os nossos produtos ainda menos competitivos", disse à Lusa o vice-presidente da ANEOP, Manuel Agria.

O novo código define que as empresas contratantes de serviços prestados por empresários em nome individual ou por trabalhadores independentes (recibos verdes) deverão passar pagar à Segurança Social cinco por cento, o que não agrada às empresas, que até agora não faziam este pagamento.

Já os contratos a prazo terão um agravamento de três por cento na Taxa Social Única.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.