Açoriano Oriental
Campeão Sporting vence e bate recordes, Braga vence em Guimarães

O Sporting, já campeão da I Liga portuguesa de futebol, foi hoje a casa do Estoril Praia (1-0) vencer e bater recordes ‘leoninos’, na 33.ª jornada, enquanto o Sporting de Braga foi a Guimarães derrotar o Vitória (3-2).

Campeão Sporting vence e bate recordes, Braga vence em Guimarães

Autor: Lusa /AO Online

Paulinho, aos 81 minutos, fez o único golo da partida para os lisboetas, que asseguraram já o 20.º título de campeão nacional e hoje ainda estrearam Miguel Menino, a partir do banco, além do guarda-redes Diogo Pinto, chamado à baliza devido às lesões de Franco Israel e Antonio Adán.

A 28.ª vitória estabelece novo recorde do clube na I Liga, bem como os 87 pontos que agora somam, superando os 86 que os segundos de 2015/16 tinham estabelecido, com Jorge Jesus, e ainda a ‘sonhar’ com os 90, recebendo o último classificado Desportivo de Chaves no fecho do campeonato.

Tanto os ‘leões’ como os estorilistas entraram em campo com destinos traçados – um campeão, o outro assegurado da permanência por resultados de terceiros – e o jogo acabou por ser disputado sem grande ritmo no relvado, em contraste com a festa ‘verde e branca’ nas bancadas e nas imediações do estádio, em Cascais.

O jogo ‘grande’ da 33.ª ronda é o mais icónico dos dérbis do Minho, com o Vitória de Guimarães a receber o Sporting de Braga para ver Rony Lopes dar os três pontos ao rival aos 90+3, com um remate em vólei que silenciou o Estádio D. Afonso Henriques.

Antes, Bruno Gaspar tinha adiantado os vimaranenses aos 10 minutos, mas os internacionais Bruma, aos 24, e Ricardo Horta, aos 75, deram a volta, antes de Mangas empatar aos 80.

Este resultado deixa o Vitória ‘preso’ no quinto lugar, que dá acesso às rondas preliminares da Liga Conferência Europa, com 60 pontos, a oito dos bracarenses, que somam provisoriamente mais dois pontos do que o FC Porto, que recebe no domingo o vizinho Boavista.

De resto, ‘arsenalistas’ e ‘dragões’ decidirão o último lugar do pódio da I Liga 2023/24 na 34.ª e última ronda, dado que as duas equipas se defrontam no Estádio Municipal de Braga.

Já despromovido do principal escalão, o Vizela hoje rubricou uma das suas melhores exibições da temporada ao golear em casa por 4-0 o Estrela da Amadora, deixando a equipa ‘tricolor’ ainda a ‘penar’ pela permanência.

Samu, logo aos oito minutos, Soro, aos 54, Matheus Pereira, aos 69, e Hugo Oliveira, aos 83, permitiram aos minhotos entregar a lanterna-vermelha ao Desportivo de Chaves, que na sexta-feira perdeu com o Famalicão (1-0).

Quanto ao Estrela, o risco de despromoção, via play-off, ainda é real, uma vez que os 30 pontos que soma, no 15.º posto, são ‘apenas’ mais um do que os 29 do Portimonense, 16.º e em lugar de disputar dois jogos contra o terceiro classificado da II Liga pelo direito ao principal escalão.

Em Portimão, a equipa orientada por Paulo Sérgio aumentou a pressão para a última jornada, em que visita o rival e vizinho Farense, com a permanência em jogo, resgatando no sétimo minuto de descontos um empate ante o Rio Ave.

Foi Hélio Varela a ‘salvar’ os algarvios da derrota ante os vila-condenses, que marcaram por Amine (21) e Pantalon (83), vendo Carlinhos ‘faturar’ também, aos 63.

Se a equipa de Luís Frade está já ‘tranquila’ com a permanência, no 10.º lugar com 36 pontos, recebendo o Benfica na derradeira ronda, os algarvios jogam tudo no final, em que o Estrela da Amadora, também envolvido nas contas, recebe o Gil Vicente, matematicamente garantido no primeiro escalão para a próxima época.

No domingo, Gil Vicente e Farense abrem as hostilidades, pelas 15:30, com as contas feitas, antes do Benfica, segundo classificado, receber o Arouca, pelas 18:00, e do dérbi da Invicta encerrar a 33.ª jornada.

O FC Porto recebe, pelas 20:30, o ainda ‘aflito’ Boavista, com 31 pontos, e os ‘dragões’ estão obrigados a vencer para continuar no terceiro lugar, depois do triunfo bracarense.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados