Relatório do GAMA aponta mau tempo como causa para o acidente do Mestre Simão

Relatório do GAMA aponta mau tempo como causa para o acidente do Mestre Simão

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   7 de Ago de 2018, 19:45

O Gabinete de Investigação de Acidentes Marítimos e da Autoridade para a Meteorologia Aeronáutica (GAMA) já divulgou o seu relatório de investigação técnica ao acidente ocorrido com o navio “Mestre Simão” no porto da Madalena, a 6 de janeiro deste ano, apontando como causa as condições de tempo e mar imprevistas que se fizeram sentir naquele porto.



O relatório agora divulgado vai ao encontro daquele que foi realizado internamente pela Atlânticoline e apresentado em maio deste ano, aponta a empresa dos Açores em comunicado.


Desta forma e de acordo com o GAMA, o navio “foi colhido por três vagas de altura superior à altura significativa prevista” para o dia em questão. Assim, o novo relatório corrobora as conclusões apresentadas em maio, pela Atlânticoline, de que a imprevisibilidade da ondulação no momento da entrada do navio na Madalena, nomeadamente a ocorrência de ondas de altura superior à altura significativa prevista, esteve na origem do acidente.


O relatório destaca que todos os procedimentos de segurança foram cumpridos pelo Mestre da embarcação, nomeadamente, a utilização de todos os recursos e procedimentos disponíveis para contrariar o desgoverno do navio, bem como o cumprimento de todos os procedimentos necessários à evacuação dos passageiros em segurança.


Ressalvado também ficou o correto funcionamento do navio, não sendo apontada qualquer falha ou deficiência operacional que tenha contribuído para a ocorrência do acidente, sublinha a nota.


Assim, o relatório recomendou à Atlânticoline o complemento do Sistema de Gestão de Segurança com uma lista de verificação das condições de tempo e de mar, para apoiar a avaliação dos Mestres às condições de segurança para a realização das viagens.


Apesar dos elementos a verificar na referida lista já serem, antes do acidente, disponibilizados rotineiramente, a Atlânticoline já integrou uma lista de verificação com as características descritas pelo GAMA nos procedimentos de segurança a bordo de todos os navios.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.