Açoriano Oriental
Hamilton soma quarta vitória de 2020 e fica a três do recorde de Schumacher

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) somou este domingo a quarta vitória de 2020 ao vencer o Grande Prémio de Espanha de Fórmula 1, sexta prova do Mundial, e ficou a três do recorde conseguido pelo alemão Michael Schumacher.

Hamilton soma quarta vitória de 2020 e fica a três do recorde de Schumacher

Autor: AO Online/ Lusa

Hamilton, que partiu da ‘pole position’ e liderou toda a corrida, gastou 1:31.45,279 horas para cumprir as 66 voltas ao circuito de Barcelona, deixando o holandês Max Verstappen (Red Bull) a 24,177 segundos e o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes), a 44,752 segundos.

Esta foi a 88.ª vitória da carreira de Hamilton, ficando a três das 91 do alemão Michael Schumacher, o máximo que um piloto já conseguiu na história da Fórmula 1.

Com este triunfo, o piloto britânico, que já foi seis vezes campeão mundial e persegue esta época o sétimo título, conseguido apenas por Schumacher, subiu ao pódio por 156 vezes, estabelecendo um novo máximo na Fórmula 1, ultrapassando o alemão.

Hamilton largou da ‘pole’ e saiu disparado mal se apagaram os semáforos em Barcelona. Enquanto isso, o seu companheiro de equipa, Valtteri Bottas, deixava as rodas do seu carro derrapar em demasia e via-se ultrapassado por Verstappen, primeiro, e pelo canadiano Lance Stroll (Racing Point), depois.

No entanto, conseguiria recuperar o terceiro lugar ainda nas primeiras voltas.

A partir daí, o interesse da corrida esteve nas lutas travadas a meio do pelotão, enquanto Hamilton optava por uma estratégia de duas paragens.

"Gerimos o desgaste dos pneus mas não quisemos arriscar um rebentamento e acabámos por parar duas vezes", explicou o britânico, no final.

Quem não viu a bandeirada de xadrez foi o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), que fez um pião e deixou o motor do seu monolugar ir abaixo, acabando por regressar às boxes para confirmar a desistência.

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) foi, assim, o melhor representante do construtor italiano, na sétima posição, numa prova em que ficou patente o distanciamento cada vez maior entre o antigo campeão mundial e a escuderia do Cavallino Rampante, com algumas trocas de mensagens tensas via rádio entre o piloto e o muro da equipa.

Com estes resultados, Hamilton tem, agora, 132 pontos contra os 95 de Verstappen e os 89 de Bottas, que somou um ponto extra pela melhor volta da corrida.

A próxima ronda, a sétima, disputa-se no circuito belga de Spa-Francorchamps, em 30 de agosto.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.