Açoriano Oriental
Estado de saúde do PM da Eslováquia melhorou ligeiramente

O estado de saúde do primeiro-ministro da Eslováquia melhorou ligeiramente, anunciaram os médicos, nove dias depois de Robert Fico ter ficado gravemente ferido numa tentativa de assassinato.

Estado de saúde do PM da Eslováquia melhorou ligeiramente

Autor: Lusa/AO Online

"O estado do primeiro-ministro está a estabilizar com uma ligeira melhoria. Acreditamos que esta evolução irá continuar", segundo indicou o Hospital Universitário F.D. Roosevelt, em Banska Bystrica, num comunicado publicado nas redes sociais.

A 15 de maio, Fico foi baleado quatro vezes na zona abdominal e nas articulações, tendo sido submetido a uma cirurgia após o ataque.

O alegado agressor, Juraj Cintula, de 71 anos, foi imediatamente detido no local do crime, na cidade de Handlová, no centro do país, e depois de presente ao Tribunal Especial de Pezinok ficou preso preventivamente.

Cintula afirmou que não tencionava matar o chefe do Governo, mas apenas "prejudicar a saúde" do político para que não pudesse exercer o seu cargo.

A Procuradoria-Geral eslovaca permitiu que fossem revelados pormenores como o tipo de arma utilizada, uma pistola Luger CZ 75B de calibre 09 milímetros, que o arguido possuía legalmente desde 1992.

O relatório dos magistrados que levou à prisão preventiva de Cintula referiu ainda que o homem manifestou remorsos e que garantiu que não voltaria a cometer outro ato semelhante, apesar de discordar das políticas do executivo de Bratislava, uma coligação de populistas de esquerda e ultranacionalistas.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados