Cavaco faz visita ao Chile à procura de afinidades

Cavaco faz visita ao Chile à procura de afinidades

 

Lusa / AO online   Nacional   31 de Out de 2007, 14:57

O Presidente da República, Cavaco Silva, inicia terça-feira uma visita oficial de três dias ao Chile, participando em seguida na XVII Cimeira Iberoamericana de chefes de Estado e de Governo, entre 8 e 10 de Novembro.
Do lado do Governo, integram a comitiva desta visita oficial ao Chile de Cavaco Silva a ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, o secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Europeus, Manuel Lobo Antunes, e o secretário de Estado Adjunto, da Indústria e Inovação, António Castro Guerra.

O programa da visita arranca quarta-feira, 7 de Novembro, dia em que Cavaco Silva será recebido pela Presidente do Chile, Michelle Bachelet, e discursa perante a Comissão Económica para a América Latina e Caraíbas (CEPAL).

Segundo fonte da Presidência da República, esta visita oficial de Cavaco ao Chile nasceu de um encontro bilateral com Bachelet, na última Cimeira Iberoamericana, que teve lugar em Montevideu (Uruguai) em 2006, e em que a Presidente chilena manifestou o desejo de explorar as afinidades entre os dois países.

A nível de encontros oficiais, além da Presidente do Chile, Cavaco Silva terá audiências com o Presidente da Câmara dos Deputados, Patrício Walker Prieto, com o Presidente do Senado Chileno, Eduardo Frei, e com o líder do principal partido da oposição (Renovação Nacional) Sebastian Piñera.

A vertente económica é um dos pontos centrais da visita, viajando com o chefe de Estado uma comitiva de 28 empresários, entre os quais os presidentes da Portugal Telecom, Henrique Granadeiro, do Millenium BCP, Filipe Pinhal, dos CTT, Luís Nazaré, da GALP Energia, Ferreira de Oliveira, do Grupo Amorim, Joaquim Amorim, do grupo EFACEC, Luís Filipe Pereira, e do grupo Pestana, Dionísio Pestana, entre outros.

De acordo com Belém, a comitiva empresarial conjuga sectores tradicionais de exportações para o Chile - cortiça e madeira - com novas apostas, como indústrias de equipamentos, maquinarias e tecnologias de informação.

A visita oficial inclui um pequeno-almoço empresarial luso-chileno, dia 8 de Novembro, com uma intervenção do Presidente da República, e grande parte da comitiva empresarial participará no III Encontro Empresarial Iberoamericano, que decorre a 7 e 8 de Novembro à margem da Cimeira Iberoamericana.

Mas a visita de Cavaco Silva ao Chile terá também um forte momento cultural, com a inauguração, a 8 de Novembro, de uma exposição - "Oceano de Cultura" - na Casa-Museu do poeta Pablo Neruda, em Isla Negra.

Nesta ocasião, que marca o final da visita oficial, haverá uma récita de poesia portuguesa e chilena dedicada ao mar, por alunos de língua portuguesa de universidades de Santiago do Chile.

No mesmo dia, ao final da tarde, o chefe de Estado participa no acto inaugural da XVII Cimeira Iberoamericana de chefes de Estado e de Governo, que decorrerá até dia 10 de Novembro em Santiago do Chile, e que terá por tema central a inclusão social e o combate à pobreza.

Na Cimeira Iberoamericana participará igualmente o primeiro-ministro José Sócrates.

No primeiro dia de trabalhos da Cimeira, a 9 de Novembro, Sócrates e Cavaco Silva participarão na criação do Parque Iberoamericano: cada um, juntamente com os restantes chefes de Estado e de Governo presentes, plantarão uma árvore nativa do Chile no Parque Metropolitano da cidade.

Portugal organizará a Cimeira Iberoamericana de 2009, reunião que no próximo ano terá lugar em El Salvador.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.