Açoriano Oriental
Varandas afirma que Galeno, do Sporting de Braga, devia ter sido expulso

O presidente do Sporting, Frederico Varandas, considerou este domingo que Galeno, jogador do Sporting de Braga, deveria ter sido expulso no jogo em que os bracarenses derrotaram os ‘leões' (1-0), numa declaração em que criticou o árbitro Jorge Sousa.

article.title

Foto: Eduardo Resendes
Autor: AO Online/ Lusa

"Um árbitro bom tecnicamente como Jorge Sousa sabe que, a acabar a primeira parte, Galeno simula uma falta e protesta veementemente. Só por isso, teria de ver o segundo [cartão] amarelo. Depois, provoca um ‘sururu’ com Luís Neto, e é Luís Neto que vê amarelo. Um árbitro bom tecnicamente como Jorge Sousa sabe que tem de expulsar Galeno", salientou o dirigente leonino após o desafio, na zona mista do Estádio Municipal de Braga.

Apesar de ter dito que existem "árbitros fracos" e que o juiz da Associação de Futebol do Porto não é um deles, Frederico Varandas criticou ainda a marcação de uma falta ao ponta de lança Sporar, num lance em que se poderia ter isolado, na primeira parte, e a postura que teve diante de Coates, quando lhe mostrou cartão, aos 10 minutos.

"Jorge Sousa não pode virar-se para um capitão do Sporting aos 10 minutos e dizer-lhe ‘para a próxima, ponho-te na rua'. Durante sete anos, sentei-me no banco [do Sporting], e mais quatro no do Vitória de Setúbal. Nunca vi Jorge Sousa falar assim para um capitão dos nossos rivais", disse.

O responsável criticou ainda a atuação de Jorge Sousa noutro jogo dos ‘leões' na presente época, que acabou com um empate a um golo com o Boavista, na quinta jornada, e também com a expulsão de Bruno Fernandes, ao minuto 90+1, após o médio, a seu ver, ter sido "massacrado com faltas".

Apesar de ter dito que "admira" o trabalho que o presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, José Fontelas Gomes, tem realizado, o presidente do Sporting adiantou que vai enveredar pelo "registo do ruído", caso situações como a de hoje continuem a acontecer com "árbitros bons tecnicamente" nos jogos do clube leonino.

"Em 16 meses como presidente do Sporting, vê-se não só a realidade do futebol português, mas daquilo que este país é. É por causa disso que Portugal está como está. Mas se é preciso ir para o registo que ninguém quer, para o registo do ruído, infelizmente também vamos", ameaçou.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.