Terrorismo

Suspeito de terrorismo detido no Porto é argelino


 

Lusa / AO online   Nacional   6 de Nov de 2007, 14:42

O homem detido esta terça-feira no Porto por suspeita de terrorismo internacional, imigração ilegal e contrabando tem nacionalidade argelina e reside em Portugal há três anos, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo.
Segundo a Polícia Judiciária portuguesa, a detenção do argelino resultou de uma operação antiterrorista desencadeada hoje de madrugada em Itália.

O suspeito foi detido às 9:00 (hora local) e deverá ser ouvido, hoje ou quarta-feira, no Tribunal da Relação do Porto, esclareceram, em conferência de imprensa, o coordenador da Direcção Central de Combate ao Banditismo (DCCB), Luís Neves, e dois directores nacionais adjuntos da Directoria da PJ de Lisboa, Baltasar Pinto e Ferreira Leite.

Luís Neves explicou que a operação teve a colaboração "dos vários serviços de segurança" e ocorreu no seguimento de um mandado de detenção europeu, emitido pelas autoridades italianas.

Sem querer adiantar a nacionalidade do suspeito nem a idade, o coordenador da DCCB referiu que este "está há três anos em Portugal e tem documentos que lhe permitem estar no espaço Shenghen".

Luís Neves referiu ainda que a operação "foi marcada à última hora" e que durante a sua preparação as autoridades portuguesas "mantiveram vários encontros operacionais".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.