Sporting e Benfica empatam no arranque do nacional de hóquei patins

Sporting e Benfica empatam no arranque do nacional de hóquei patins

 

Lusa/Ao online   Hóquei em Patins   14 de Out de 2018, 21:20

Sporting e Benfica empataram hoje 3-3, num jogo da primeira jornada do campeonato nacional de hóquei em patins marcado por muitas oportunidades de parte a parte e em que os campeões nacionais nunca estiveram em vantagem.

No Pavilhão João Rocha, marcou primeiro o Benfica, logo no minuto inicial, por Casanovas. Jordi Adroher fez o segundo, já no segundo tempo e o Sporting empatou depois, com golos de Caio e Pedro Gil.

O Benfica voltou a colocar-se em vantagem por Carlos Nicolia e o tento final foi do Sporting, novamente por Pedro Gil.

O jogo arrancou praticamente com o primeiro golo do Benfica, num remate de Albert Casanovas. No primeiro minuto de jogo, ainda antes do meio campo, o defesa espanhol apostou no tiro de meia distância e surpreendeu Ângelo Girão.

Aos cinco minutos, Adroher obrigou Girão a defesa atenta com um remate oportuno já dentro da área e, seis minutos volvidos, foi Pedro Gil a responder pelo Sporting, obrigando Pedro Henriques à primeira defesa da tarde, depois de já ter enviando uma bola ao poste das ‘águias’.

As equipas voltaram a entrar ‘taco a taco’ no segundo período e a primeira oportunidade surgiu aos 30 minutos, com Nicolia a rematar cruzado para defesa atenta de Ângelo Girão.

Pouco depois, Diogo Rafael esteve frente a frente com o guarda redes ‘leonino’, mas não conseguiu ampliar a vantagem das ‘águias’. Até que, aos 34 minutos, surgiu mesmo o segundo golo dos ‘encarnados’: Girão defendeu para a frente um remate de Casanovas e, na recarga, Jordi Adroher atirou a contar.

A resposta do Sporting não se fez esperar e Toni Pérez, no lance seguinte, atirou ao poste da baliza ‘encarnada’. Era o aviso do que estaria para chegar, já que aos 37 minutos Caio marcou mesmo para o Sporting e reduziu a desvantagem.

Empurrado pelo público, o Sporting passou a pressionar mais e o Benfica sofreu o período de maior aperto no encontro. Pedro Gil voltou a estar em evidência e acabou mesmo por desfeitear Pedro Henriques à passagem do minuto 42, fazendo o 2-2.

Ato contínuo e Nicolia voltou a colocar a equipa da Luz na frente, num remate cruzado. O jogo entrou num ritmo alucinante e só abrandou com um penálti assinalado a favor do Sporting, que Caio não conseguiu concretizar, graças a duas grandes defesas de Pedro Henriques.

Na baliza contrária, Jordi Adroher não fez melhor frente a Girão e gorou-se a possibilidade de o Benfica repor a vantagem de dois golos.

Já dentro dos cinco minutos finais, Pedro Gil fez o empate a três golos. O espanhol aproveitou uma perda de bola de Nicolia, arrancou para o meio campo adversário e fuzilou Pedro Henriques.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.