Conjuntura

Portugueses vão ser dos mais 'caseiros' durante o Natal

Portugueses vão ser dos mais 'caseiros' durante o Natal

 

Lusa/AO online   Nacional   15 de Dez de 2011, 09:26

Setenta e dois por cento dos portugueses vai passar o Natal em casa e a maioria dos que se deslocam percorrerá, de automóvel, distâncias até 50 quilómetros, conclui um estudo da Zurich.
Destinado a analisar a forma como as pessoas utilizam os meios de transporte durante o Natal, comparativamente com o resto do ano, o estudo “Natal 2011” foi encomendado pela Zurich à GfK e promovido em sete países europeus: Portugal, Espanha, Itália, Suíça, Alemanha, Áustria e Rússia.

Do trabalho resulta que, em ano de crise, os portugueses serão o povo mais “caseiro” na quadra natalícia, com 72 por cento a permanecer em casa e apenas 21 por cento a planear visitar a família e/ou amigos.

De acordo com a sondagem, 74 por cento dos portugueses que planeia viajar no Natal irá percorrer até 50 quilómetros, elegendo o automóvel como meio de transporte.

Dezoito por cento pretende deslocar-se a pé e apenas seis por cento de transportes públicos.

Segundo os autores do estudo, “a tendência de fazer poucos quilómetros estende-se aos outros países mediterrâneos (Espanha e Itália), enquanto na Alemanha e na Rússia percorrem-se distâncias mais longas, na ordem dos 300 quilómetros”.

Entre os inquiridos em Portugal, 32 por cento tem como “principal preocupação” o abuso de álcool ao volante, em linha com as respostas obtidas em Espanha (33 por cento) e na Rússia (30 por cento).

Já na Suíça, Alemanha e Áustria "a maior dificuldade que os automobilistas enfrentam são as deficientes condições das estradas, devido ao mau tempo", enquanto a Itália é “o único país cuja principal preocupação reside nos congestionamentos de trânsito”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.