Pessoas rendidas ao Dia das montras em Ponta Delgada

Pessoas rendidas ao Dia  das montras em Ponta Delgada

 

Luis Pedro Silva   Regional   9 de Dez de 2008, 10:27

Milhares de pessoas participaram na celebração do Dia das Montras em Ponta Delgada, num evento que permitiu dinamizar o comércio no centro da maior cidade dos Açores. Alguns empresários abriram as portas e conseguiram realizar uma receita extraordinária num dia dedicado ao comércio

A cidade de Ponta Delgada encheu-se ontem de visitantes para assistir a mais um Dia das Montras, que contou com a participação de 22 lojas a concurso.
A inauguração do parque subterrâneo da avenida, conjuntamente com a pista de gelo, instalada no Campo de São Francisco, foram as principais novidades, num dia onde se registou uma diminuição dos estabelecimentos comerciais inscritos no concurso.
No entanto, o dia das montras manteve a sua tradição de dinamização do comércio no centro de Ponta Delgada, permitindo aos comerciantes através de montras criativas divulgar os seus produtos.
Segundo os dados divulgados pela Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada participaram no concurso das montras 22 instituições - Teatro Micaelense, Flash Music, J.H. Ornelas, Rosa Nicole Decorações, New Look, A Frazão-Coimpack, Sayonara, Eldorado, Arte de Vestir, Boutique Elegantíssima, Mango, Avlis, Pé Louco, Soares & Sousa e Arriscart.
As pessoas que pretendiam votar na melhor montra tiveram de adquirir um bilhete no valor de 50 cêntimos, cuja receita se destina aos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada.
Os populares que adquiriram os bilhetes ainda se candidataram a cinco vouchers de 25 euros na adesão ao serviço MEO, uma oferta da PT Comunicações.
O dia das montras foi aproveitado por diversos comerciantes, que decidiram abrir as portas, para vender alguns produtos devido à grande afluência de pessoas, no entanto, foram os vendedores ambulantes e grupos de estudantes quem mais lucrou com o movimento registado em Ponta Delgada.
A recolha do lixo no centro de Ponta Delgada, às 19h30, foi criticada por alguns populares, que se queixaram do mau cheiro provocado pelos contentores próximos do Tribunal de Família e Menores de Ponta Delgada, num momento em que a cidade se encontrava cheia de visitantes.

Nossa Senhora da Conceição
Ontem foi a celebração do dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Portugal. Segundo a história, a 25 de Março de 1646, D. João IV realizou uma cerimónia solene, em Vila Viçosa, para agradecer a Nossa Senhora da Conceição a Restauração da Independência de Portugal, conquistada a Espanha.
O rei dirigiu-se à igreja de Nossa Senhora da Conceição, e declarou-a padroeira e rainha de Portugal. Desde essa cerimónia os reis portugueses deixaram de usar a coroa na cabeça, sendo direito exclusivo de  Nossa Senhora da Conceição. Nos quadros onde aparecem reis ou rainhas, a coroa está pousada ao lado, sobre uma mesa, num tamborete ou almofada de cetim.
Nos Açores o feriado de Nossa Senhora de Conceição foi aproveitado para a realização de diversas celebrações religiosas em todas as ilhas, destacando-se um concerto numa igreja de Ponta Delgada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.