Crise

Igreja Católica apela a esforço social que evite recurso a greves


 

Lusa/AO online   Nacional   12 de Set de 2011, 21:52

Os portugueses têm que fazer um esforço social que evite o recurso às greves, sob pena de os contribuintes virem a pagar essa factura, disse o porta-voz do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP).
O padre Manuel Morujão ressalva que “segundo a doutrina social da Igreja a greve é um direito legítimo dos trabalhadores”, mas sublinha que esta “só pode ser usada como último recurso”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.