Greve geral

Greve geral não reúne o consenso da população

Carregando o video...

 

Luís Pedro Silva   Regional   24 de Nov de 2011, 10:31

A greve geral não reúne o consenso da população.
Há pessoas que criticam a realização da greve, considerando que esta apenas vai contribuir para aumentar os problemas de Portugal, enquanto outras pessoas defendem que a realização da greve serve para demonstrar o descontentamento da população contra as políticas de austeridade.

Luís Dias, comerciante, não vai aderir à greve, apesar de concordar com o direito das pessoas se manifestarem através da greve.

Fernanda Resendes, empregada doméstica, considera que a greve “apenas vai agravar as dificuldades de Portugal. Fazer greve não vai ajudar nada”.

Rosa Silva, taxista, não concorda com o protesto, “porque a greve não vai mudar nada”.

Luís Matos, reformado, admite que “as pessoas não estão disponíveis para abdicar de um dia de salário para fazer uma greve”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.