Governo dos Açores valoriza criação da agência espacial portuguesa

Governo dos Açores valoriza criação da agência espacial portuguesa

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Mar de 2019, 16:04

O Governo dos Açores destacou, esta quinta-feira, a importância da aprovação da criação da agência espacial portuguesa, que terá sede em Santa Maria, constituindo esta "mais um passo na concretização" de uma estratégia de investigação e inovação do país.

“Foi aprovada a criação da Agência Espacial Portuguesa, que terá sede nos Açores, e trata-se de mais um passo na concretização daquilo que é a execução da estratégia Portugal Espaço 2030”, salientou o secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Gui Menezes, em declarações à agência Lusa.

O Governo aprovou hoje a criação da agência espacial portuguesa Portugal Space, com sede na ilha açoriana de Santa Maria, e que o ministro da Ciência prometeu estar a funcionar este mês.

A agência terá sede em Santa Maria e um polo em Lisboa, lembrou Gui Menezes, não avançando para já com o local exato onde ficará instalada a agência na ilha açoriana, já que "estão a decorrer negociações" nesse sentido.

Gui Menezes frisou que a agência vai potenciar a criação de "novos projetos" e "mais emprego qualificado" na área.

"A agência vai ter a responsabilidade também de agora procurar projetos e promover esta área do espaço em Portugal tanto do ponto de vista do desenvolvimento científico, como do ponto de vista empresarial, de atrair projetos e de dinamizar esta área em Portugal", sublinhou o secretário regional.

Além disso, acrescentou, "esta agência terá a responsabilidade de gerir vários programas nacionais ligados ao espaço, fomentando também equipamentos, a criação de emprego e as ciências e tecnologias no Espaço".

Gui Menezes realçou ainda que desta agência "fará parte uma entidade regional também, além da Fundação para a Ciência e Tecnologia, uma entidade da defesa nacional e a Agência Nacional da Inovação".

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila do Porto, Carlos Rodrigues, a aprovação constitui “o concretizar de um importante projeto já anunciado”.

”É uma decisão que já estávamos a espera. Agora os marienses esperam que esse projeto possa trazer mais valias para ilha e não seja apenas uma decisão política e apenas virtual”, sustentou o autarca social-democrata, em declarações à agência Lusa.

Os termos para a constituição da Portugal Space foram aprovados hoje em Conselho de Ministros e estão estabelecidos numa resolução que autoriza a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), onde funciona o Gabinete do Espaço, a associar-se à Agência Nacional de Inovação, a uma entidade da área da Defesa Nacional e a uma outra a indicar pela Região Autónoma dos Açores, com a colaboração da Agência Espacial Europeia (ESA).

Na ilha de Santa Maria será construído o já anunciado porto espacial para lançamento de microssatélites, uma iniciativa que partiu do Governo.

Espera-se que, de acordo com o calendário fixado, os primeiros lançamentos de pequenos satélites se iniciem na primavera ou no verão de 2021, depois de o contrato para a instalação e funcionamento da base ser assinado, em junho de 2019, com os consórcios 'vencedores'.

A agência espacial portuguesa, que terá a incumbência de coordenar, em articulação com o Governo Regional dos Açores, o programa de lançamento de pequenos satélites, é um dos pilares da estratégia nacional para o setor do espaço - "Portugal Espaço 2030".




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.