Meteorologia

Furacão Ike perde força ao chegar a Cuba

 Furacão Ike perde força ao chegar a Cuba

 

Lusa/AO online   Internacional   8 de Set de 2008, 12:04

A tempestade tropical "Hanna" continuou a avançar rumo ao nordeste dos Estados Unidos da América, ocasionando fortes chuvas e cortes de energia eléctrica, enquanto o furacão Ike vai perdendo força à medida que se aproxima de Cuba.
O furacão Ike reduziu a velocidade de seus ventos para 195 km/h, o que o transforma num ciclone de categoria três antes de atingir Cuba, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

    Ike diminuiu a velocidade dos seus ventos de 215 para 195 km/h e à medida se aproxima de Cuba podem acontecer novas oscilações na intensidade, mantendo-se, no entanto, como um furacão forte.

    Na sua passagem pelo sudeste das Bahamas, Ike provocou grandes danos nas ilhas de Inagua e de Turcas e Caicos, tendo danificado quase 80% dos imóveis da região.

    Já a tempestade tropical "Hanna", que ameaçou transformar-se num furacão de categoria um antes de atingir o continente, provocou no sábado inundações e cortes de energia nos estados da Carolina do Norte e da Carolina do Sul.

    A tempestade tropical ainda não deixou o país e hoje era sentida desde a zona norte do estado de Connecticut até o sudoeste do estado de New Hampshire, incluindo a região central do estado de Massachusetts, onde os ventos de 40 km/h causaram "apagões" nas cidades de Freetown e Westport.

    A tempestade transformou-se por alguns momentos num tornado e afectou os condados de Fairfield e New Haven.

    As autoridades, que emitiram alertas de tempestade em todos os estados costeiros, já tinham alertado que em alguns pontos poderiam formar-se tornados isolados.

    No estado de New Hampshire, a forte tempestade que caiu durante 90 minutos e obrigou ao encerramento de vários estabelecimentos comerciais.

    Embora as águas torrenciais tenham afectado quase todos os condados, o governador de New Hampshire, John Lynch, informou que não houve mortos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.